Embratel Pense Inovação - Só mais um site ConvergeCom

Dispositivos vestíveis

Pesquisa aponta que 40% dos internautas pretendem comprar wearables nos próximos cinco anos

Postado em: 19/01/2015, às 10:00

Pesquisa da Accenture com consumidores de 24 países, incluindo o Brasil, indica um crescente interesse por relógios e pulseiras conectados nos próximos anos, enquanto smartphones e tablets desaceleram

Que os wearable devices serão a próxima febre no setor eletroeletrônico no mundo quase ninguém duvida. Uma pesquisa conduzida pela Accenture com 24 mil consumidores que acessam a internet em 24 países, incluindo o Brasil, oferece alguns números sobre a intenção de compra desses produtos ao longo dos próximos cinco anos. De acordo com o levantamento, hoje, 7% dos internautas possuem um relógio conectado, mas dentro de cinco anos esse percentual deve passar de 40%. Isso porque 12% pretendem comprar esse produto nos próximos 12 meses; 17%, dentro de um a três anos; e 12%, dentro de três a cinco anos.

Os números são parecidos para acessórios que monitoram atividades físicas. Hoje, a sua penetração entre internautas é de 8%. Ao longo dos próximos 12 meses, 12% pretendem comprar esse produto. Outros 17% pretendem adquiri-lo dentro de um a três anos e 11%, dentro de três a cinco anos.

Os resultados foram também muito parecidos no que diz respeito a wearables relacionados a saúde: penetração atual de 6% e intenção de compra de 10% em 12 meses; 16% em um a três anos; e 13% em três a cinco anos.

Contudo, os fabricantes precisam melhorar a experiência dos produtos. Entre os consumidores que já possuem wearables relacionados a saúde, por exemplo, 24% se queixam que os acessórios são muito complicados de usar; 22% reclamam que não conseguiram configurá-los corretamente; e 21% afirmam que os aparelhos não funcionam da forma como foram propagandeados.

Smartphones e tablets

Por outro lado, a pesquisa da Accenture identificou uma desaceleração no interesse de compra de smartphones e tablets na comparação com o estudo feito no ano anterior. Agora, 54% dos consumidores pretendem comprar um smartphone nos próximos 12 meses, enquanto na pesquisa do ano anterior o percentual fora de 58%. Para tablets, a intenção de compra nos próximos 12 meses caiu de 44% para 38% dos consumidores.

A desaceleração indica uma maturidade do mercado. Note-se, contudo, que a intenção de compra de ambos os produtos são as maiores na lista de eletroeletrônicos incluídos na pesquisa, da qual fazem parte também laptops, TVs em HD, consoles de videogame, ebook readers e desktops.

As entrevistas foram feitas on-line entre outubro e novembro de 2014. Os 24 países pesquisados foram: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, EUA, Espanha, França, Holanda, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Polônua, Reino Unido, República Tcheca, Rússia, Suécia e Turquia.

MOBILIDADE
Pense Inovação é uma publicação produzida especialmente para a Embratel pela TI INSIDE ONLINE, da Converge Comunicações. A reprodução do conteúdo depende de autorização prévia. A Converge Comunicações e a Embratel não assumem responsabilidades sobre mensagens alteradas, replicadas e encaminhadas por terceiros. Você pode entrar em contato pelo nosso Serviço de Atendimento ao Assinante, de segunda a sexta-feira das 09h00 às 19h00, através dos (11) 3138-4619 ou pelo e-mail info@convergecom.com.br

Produzido por Converge Comunicações. Assine nossa newsletter.