Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Chamadas e mensagens de 10 mil agentes de inteligência do Brasil serão criptografadas

Postado em: 03/11/2014, às 07:52 por Fernando Paiva

Até o final do ano, cerca de 10 mil agentes de inteligência ligados à Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) em todos os estados adotarão uma solução única de criptografia de dados para emails, mensagens instantâneas, armazenamento de arquivos, chamadas e videochamadas por meio de smartphones e desktops. O projeto, batizado de Sinesp Seguro, utiliza uma solução desenvolvida pela empresa brasileira Sikur, que venceu em julho uma concorrência do Ministério da Justiça para essa finalidade.

Em smartphones, o Sinesp Seguro é um aplicativo (Android e iOS) que cria uma espécie de contêiner de dados dentro do telefone, cujo acesso é feito através de três fatores de autenticação: login, senha e uma contrassenha temporária que vale para uma única utilização e que chega por SMS ou ligação para o celular do agente. Todo o conteúdo é criptografado com um par de chaves (uma pública e outra privada, esta de posse apenas do usuário). "A chave é gerada pelo usuário quando do seu primeiro acesso. Ela é propriedade dele. Ninguém mais tem acesso à chave privada: nem nós, nem mesmo o Ministério da Justiça", garante o presidente da Sikur, Cristiano Iop. É utilizada uma criptografia de nível militar. Por sinal, a Sikur recebeu recentemente o certificado de "empresa estratégica de defesa" concedido pelo Ministério da Defesa.

A versão atual do aplicativo traz três funcionalidades básicas: mensagens instantâneas; email interno; e armazenamento e compartilhamento de arquivos. As opções de ligações de voz (via VoiP) e de videochamada serão incluídas até o final do ano – a de videochamada deve se restringir aos desktops, por conta das velocidades maiores nas conexões de banda larga fixa. O Sinesp Seguro utiliza uma nuvem privada, com servidores do Ministério da Justiça alocados no data center do Serpro, do Governo Federal. A comunicação criptografada acontece somente entre usuários da solução.

Mais de 1 mil agentes de inteligência já adotaram a novidade. A Senasp está apresentando o Sinesp Seguro gradativamente aos agentes de inteligência em cada estado da federação. A expectativa é superar 10 mil usuários até o fim do ano.

A preocupação do governo federal tem fundamento. Além do escândalo de espionagem revelado por Edward Snowden, o número de ataques contra sistemas governamentais que partem de hackers independentes tem aumentado. Um relatório do Centro de Tratamento de Incidentes (CTIR) de Segurança de Rede de Computadores da Administração Pública Federal revela que a quantidade de casos de vazamento de informações de PCs do governo federal cresceu praticamente dez vezes no segundo trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, subindo de 26 para 243 casos. Na lista está incluído o vazamento de documentos do Ministério das Relações Exteriores pelo grupo de hackers Anonymous.

Sikur

O Sinesp Seguro é uma adaptação com identidade visual da Senasp para a plataforma de comunicação segura criada pela Sikur e que se encontra disponível para contratação por qualquer empresa. Hoje, essa plataforma conta com aproximadamente 14 mil usuários, 75% deles no Brasil. Até o momento, a Sikur investiu R$ 8 milhões no desenvolvimento dessa solução. A companhia projeta alcançar uma receita anual de US$ 30 milhões a partir de 2019.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top