Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Desenvolvedor retira do ar game Flappy Bird após sucesso repentino

Postado em: 10/02/2014, às 13:28 por Redação

Com jogabilidade simples, como é o costume entre todos os bons jogos de sucesso para dispositivos móveis, o aplicativo Flappy Bird foi um fenômeno nas lojas do Google e da Apple no começo deste ano. Da noite para o dia, o game, que havia sido publicado originalmente em maio de 2013, despontou na liderança de apps gratuitos nos rankings da Google Play e da App Store. O sucesso foi tamanho que o desenvolvedor vietnamita Dong Nguyen começou a reclamar do assédio de fãs e da imprensa. Reclamou tanto que ele simplesmente decidiu retirar do ar o jogo para download neste final de semana.

No sábado, 8, Nguyen postou no Twitter: "Sinto muito usuários, daqui a 22 horas, eu tirarei do ar o 'Flappy Bird'. Eu não consigo mais lidar com isso". A promessa foi cumprida, e o aplicativo foi retirado das lojas de aplicativos. Quem já havia baixado pode continuar jogando normalmente, a decisão afeta apenas quem quiser adquirir o software.

A decisão foi súbita, já que o software havia recebido uma atualização (com novas cores do personagem e cenário noturno) poucos dias antes, e a bizarra justificativa do desenvolvedor fomentou especulações, como a questão da identidade visual do game ser muito semelhante a do clássico Super Mario Bros, da Nintendo. Nguyen se defendeu, também pelo Twitter, afirmando que não era nada relacionado a problemas legais e que "não havia roubado diretamente" sprites de lugar algum. "Eu simplesmente não consigo mais", reiterou. Ao ser perguntado por um usuário no microblog se ele odiava o sucesso alcançado, ele respondeu: "Não por causa delas, mas pela forma com que as pessoas usam o meu jogo. Elas estão usando demais".

Ele não está mentindo. Apesar de simples, o jogo tem uma dificuldade enorme – para manter o pássaro no ar, é preciso ficar tocando a tela constantemente. Combinado com os gráficos típicos de jogos de consoles de 8 bits dos anos 80, Flappy Bird possuía todas as características de um game viciante. O aplicativo era gratuito, mas gerava receita por meio de banners de publicidade. Segundo o próprio Dong Nguyen em entrevista ao site The Verge, o jogo gerava US$ 50 mil por dia.

A decisão de retirar o game do ar é excêntrica, mas o fato é que isso acabou ressaltando ainda mais o sucesso do título. Até a semana passada, Flappy Bird já havia sido baixado mais de 50 milhões de vezes somente na App Store, mas esse número certamente cresceu mais com o anúncio de que não seria mais possível baixá-lo. Não seria de estranhar se o desenvolvedor disponibilizar o título novamente, diante do clamor popular.

Para os órfãos do game, resta um consolo: como o próprio Nguyen reconheceu, haverá uma avalanche de clones de Flappy Bird nas lojas de aplicativos. Ou pelo menos até que um próximo jogo com um pássaro como protagonista vire a bola da vez.

Tags: ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top