Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Opera Software recebe proposta de US$ 1,2 bilhão de fundo chinês

Postado em: 10/02/2016, às 17:23 por Redação

A empresa sueca Opera Software, desenvolvedora do Opera Browser, e que no ano passado comprou a brasileira Bemobi, informou nesta quarta-feira, 10, que aceitou a proposta de aquisição por parte do consórcio chinês Golden Brick Silk Road pelo valor de US$ 1,2 bilhão. De acordo com o documento divulgado pela Opera, Kunlun e Qihoo – que lideram a iniciativa do lado chinês – poderiam vender seus produtos e serviços por meio da base de usuários do Opera.

A direção da Opera indicou aos outros acionistas da empresa que aceitem a proposta do fundo chinês. Como os principais motivos da compra estariam a base de usuários do Opera na China e a sua plataforma de publicidade móvel (veiculação de vídeos e imagens de marca).

No último trimestre de 2015, a empresa sueca teve US$ 193,5 milhões de receita, e um crescimento de 25% ante US$ 154 milhões do ano anterior. Apenas na plataforma de publicidade móvel, a receita foi de US$ 145,4 milhões e crescimento de 41%. Um ano antes, esse segmento havia faturado US$ 103 milhões.

A Kunlun é uma companhia de serviços móveis avaliada em US$ 5 bilhões que se destaca em jogos, fintechs e pela recente compra do app de relacionamentos homoafetivos Grindr. E a Qihoo é o principal provedor de segurança de internet móvel e outros produtos do gênero no território chinês, como acessos de rede. A Qihoo é uma das acionistas da brasileira PSafe.

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top