Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ironpants

Postado em: 12/03/2014, às 12:23 por Fernando Paiva

Qualquer manual básico sobre como fazer um game recomenda que a primeira fase seja explicativa e fácil, para que o jogador vá se acostumando com os comandos, conforme a dificuldade vai aumentando. Bom, o desenvolvedor de Ironpants e de vários outros jogos que surfaram no sucesso do extinto Flappy Bird ignoraram essa regra. O jogo é difícil à beça logo de cara! No começo, cada partida dura poucos segundos – pelo menos para um sujeito que anda meio enferrujado com games, como eu. E talvez seja exatamente a dificuldade e as partidas curtas que tornem esses jogos tão viciantes. Perdi a conta de quantas partidas disputei em minha primeira sessão de Ironpants. Você fica indignado em morrer tão rapidamente e quer logo começar de novo para tentar bater seu recorde. Devo ter passado 15 minutos jogando e tive que me forçar a parar, senão permaneceria ali o resto da tarde.

Em Ironpants você controla um superherói voador que precisa desviar de paredes de tijolos. Seu voo é sustentado por seguidos toques na tela – está aí um bom aplicativo para testar a durabilidade do Gorilla Glass. A usabilidade é horrível: você leva bastante tempo e muitas partidas até pegar minimamente o jeito. E não tem vidas, pois isso é coisa para os fracos. Morreu, acabou: comece de novo! Minha partida mais longa deve ter durado uns 30 segundos (ou menos!) e fiz míseros dez pontos, ou seja, passei por dez paredes.

Ironpants foi um dos maiores sucessos até agora entre as cópias de Flappy Bird e conquistou o terceiro lugar no ranking de apps gratuitos da App Store em fevereiro. Vale a pena baixar e testar, nem que seja para pelo menos entender esse fenômeno. Enquanto estúdios gastam fortunas com jogos de gráficos 3D e usabilidade aprimorada, games simples como esse os destronaram no ranking das lojas de aplicativos. É para refletirmos.

Link para App Store

Link para Google Play

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top