Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Apesar do grande número de smartphones nas Olimpíadas, usuários preferem serviços tradicionais

Postado em: 13/12/2012, às 19:15 por Redação

O Balanço Huawei da Banda Larga, divulgado em dezembro de 2012, trouxe dados de pesquisa realizada com 889 usuários da rede móvel de Londres durante as Olimpíadas deste ano. A pesquisa demonstra que os smartphones  foram o dispositivo móvel predominante entre entrevistados: 80% afirmaram fazer uso desse tipo de aparelho. Considerando-se somente os estrangeiros, esse percentual sobe para 85% e o uso de tablets corresponde a 17%, pouco inferior ao de celulares convencionais, com 18%.

Apesar da alta penetração de smartphones no evento, os serviços mais utilizados para a comunicação com a família foram o de voz e o de SMS (mais usado pelos donos de smartphones), preferidos por 81% dos usuários. Os serviços de envio de texto e fotos, navegação na Internet ou busca de informações de localização foram, segundo a pesquisa, mais utilizados que o habitual. Por outro lado, não se recorreram muito a serviços que consomem mais dados, como envio de vídeo. 60% dos entrevistados afirmaram procurar ativamente as redes Wi-Fi gratuitas.

A Huawei disponibilizou, ainda, uma comparação entre Brasil e Reino Unido, observando que os dois países vivem momentos distintos em relações ao uso da tecnologia móvel. No Reino Unido, os smartphones já representam 45% da base total de celulares, enquanto o Brasil só deve alcançar essa proporção em 2017. Avaliando somente a receita advinda de dados, no Reino Unido esse percentual representa 43% do total de serviços. No Brasil esse percentual é de apenas 19%.

Acessos à banda larga móvel no Brasil continuam crescendo

O Balanço Huawei do 3º trimestre de 2012 aponta que, neste período, houve aumento de 4,8 milhões de acessos na banda larga móvel no Brasil, totalizando 63,5 milhões de acessos no fim de setembro. 80% desse total de acessos foram feitos pela rede 3G, 10% por terminais de dados banda larga e 10% são relativos a terminais de dados M2M. O relatório também indica que continua acelerada a migração de usuários da rede GSM para 3G: nos primeiros 10 meses do ano os acessos com aparelhos 3G cresceram 58%, enquanto em GSM houve a redução de 6,3 milhões (ou -3,1%) de acessos, informou a Huawei.
 

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top