Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Plataforma de aprendizado GoConqr alcança 1,2 milhão de usuários, 20% móveis

Postado em: 15/06/2015, às 11:12 por Fernando Paiva

Antes de uma prova, é importante reler o conteúdo estudado e fazer resumos ou anotações para memorizar os pontos mais importantes. Antigamente isso costumava ser feito a lápis ou caneta, em um caderno de papel. Hoje, o estudo pode acontecer no computador, no tablet ou mesmo em um smartphone. Para auxiliar os estudantes do novo milênio surgiu a GoConqr, uma plataforma de aprendizado personalizado, que consiste em uma série de ferramentas gratuitas na web para organizar anotações e resumos sobre qualquer matéria. Depois de quase três anos rodando em beta, a plataforma, de origem irlandesa, foi disponibilizada para o público definitivamente em agosto passado, ganhando em seguida versões móveis para iOS e Android. Hoje, conta com 1,2 milhão de usuários ao redor do mundo, dos quais 20% acessam através de dispositivos móveis. O Brasil é um dos cinco maiores mercados da GonConqr, com 200 mil usuários, e o segundo maior em downloads em Android. A empresa espera fechar o ano com mais de 2 milhões de usuários, dos quais entre 25% e 35% estarão acessando via dispositivos móveis, relata o COO da GoConqr, Norman McBrien.

O estudante ou professor pode criar cartões de memorização (flash cards); mapas mentais;  anotações digitais; e testes para medir seu conhecimento. Há ferramentas de edição para cada tipo de conteúdo, sendo possível incluir imagens, alterar cores, fontes etc. O material produzido pode ser agrupado por temas. "É uma plataforma para estudantes e professores organizarem seus pensamentos, aprimorarem a memorização de informações e melhorarem os resultados de seus estudos", descreve McBrien. Em breve, a empresa lançará um app novo em Android voltado especificamente para a criação de cartões de memorização, que fazem bastante sucesso nos EUA.

Todo o conteúdo criado fica armazenado na nuvem e pode ser acessado de qualquer computador ou dispositivo conectado. Por sinal, o uso mais comum dos apps móveis é para consulta do conteúdo gerado pelo estudante. O material pode ficar restrito ao seu autor, ou disponibilizado para qualquer usuários da GoConqr, ou aberto na Internet, a critério do estudante.

Hoje, cerca de 80% da base é composta por estudantes, a maioria deles com idades entre 16 e 23 anos, cursando os últimos anos da escola, a preparação para o vestibular ou sua primeira graduação em nível superior. 15% são professores, que podem usar as ferramentas para prepararem suas aulas. E há 5% de usuários que fazem um uso profissional da plataforma, dentro de suas empresas. A GoConqr está disponível em quatro línguas: Inglês, Espanhol, Português e Alemão.

Brasil

McBrien relata que a empresa decidiu oferecer a plataforma em Português depois de ter analisado o potencial do mercado brasileiro: "Fomos atraídos pelo tamanho do mercado brasileiro, por sua população jovem e com muitos usuários de Internet. As métricas pareciam boas."

O usuário brasileiro é o campeão de compartilhamento de conteúdos criados dentro da GoConqr, afirma o executivo. Alguns publicam no YouTube vídeos com os mapas mentais criados com a plataforma, outros exportam para blogs pessoais ou de suas escolas. A ferramenta preferida do brasileiro são os mapas mentais. E é comum a utilização da GoConqr por concurseiros, diz McBrien.

Modelo de negócios

A GoConqr contém alguns elementos premium pelos quais o acesso é cobrado, mas a maior parte da plataforma permanece gratuita. Para gerar receita no futuro, a empresa aposta em parcerias com instituições de ensino. Há planos também de abertura de um marketplace, no qual usuários poderão comercializar os conteúdos de ensino por eles produzidos.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top