Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

GuiaBolso

Postado em: 17/06/2015, às 13:59 por Fernando Paiva

Ao longo dos últimos anos testei diversos aplicativos de gestão de finanças pessoais. A variação entre eles acabava sendo a interface mais ou menos amigável, e os gráficos gerados. Todos, porém, tinham um defeito: é o próprio usuário quem precisa informar manualmente cada gasto feito. Se você não tiver disciplina e paciência, acaba deixando alguns para trás e o monitoramento fica incompleto. Foi então que descobri o GuiaBolso (Android, iOS). Este é o primeiro no Brasil, que eu tenha conhecimento, que consegue fazer um acompanhamento automático dos gastos pessoais, porque está integrado diretamente aos bancos.

À primeira vista o aplicativo assusta, pois pede seus dados bancários: agência, conta e a senha eletrônica. A reação imediata é de recusa, por mais que o app apresente credenciais de segurança. Há também uma argumentação apresentada logo na abertura do app, explicando que a senha eletrônica serve apenas para a checagem de lançamentos na conta, mas que não é suficiente para realizar transações, já que a maioria dos sites de Internet banking exigem uma segunda senha ou mesmo um token para concluir qualquer movimentação financeira. Ainda assim, desconfiado, fui pesquisar sobre o app na Internet e encontrei uma série de matérias com seus fundadores em jornais, revistas e sites prestigiados. Só depois disso resolvi dar uma chance de verdade.

No primeiro acesso, o GuiaBolso demorou um pouco para coletar os dados, o que meu deu um frio na barriga – talvez tenha sido problema da rede onde eu estava, não dá para ter certeza. Mas das outras vezes foi mais rápido. O resultado é impressionante: ele de fato organiza automaticamente todos os seus gastos, agrupando-os por categorias, como bares e restaurantes; TV, Internet e telefone; mercado; moradia etc. Essa classificação é feita de acordo com a razão social da empresa que recebeu o pagamento. Nem sempre o app acerta, mas é possível fazer correções manualmente – ainda não deu tempo para ver se o app aprende e passa a classificar corretamente das próximas vezes que houver gastos nos mesmos locais. O usuário também pode criar suas próprias categorias.

O app mostra logo em sua primeira tela algumas informações essenciais, como as somas dos gastos e das rendas naquele mês e um gráfico de pizza com os gastos por categoria. Uma informação interessante é a posição da saúde financeira do usuário em comparação com as demais pessoas cadastradas no GuiaBolso. Para estimular a austeridade financeira pessoal, o app permite que o usuário crie limites de gastos mensais por categoria, enviando alertas quando estes são atingidos.

Os saques em caixas eletrônicos constam no app e acabam funcionando como uma marcação aglomerada de todos os pagamentos em dinheiro. Se o usuário quiser, pode também criar uma conta manual para detalhar os gastos feitos em espécie.

Cabe lembrar que o GuiaBolso funciona com vários grandes bancos que atuam no Brasil, como Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil, HSBC e Santander, mas há alguns importantes de fora, como a Caixa Econômica e o Banrisul.

Link para download na App Store

Link para download na Google Play

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top