Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Crise da Oi: AGC é suspensa pela terceira vez para negociações

Postado em: 19/12/2017, às 19:45 por MOBILE TIME

A Assembleia Geral de Credores (AGC) da Oi foi suspensa pela terceira vez no mesmo dia, por mais duas horas, e será retomada às 23h30. O novo pedido de tempo foi solicitado pelo presidente da Oi, Eurico Teles, para dar continuidade às negociações com os credores da classe III.

As suspensões anteriores haviam sido solicitadas por representantes do BNDES, Banco do Brasil e Caixa para que pudessem analisar as últimas modificações no texto do plano de recuperação judicial. Segundo o representante do Banco do Brasil, um dos pontos em análise se refere ao investimento que será feito na companhia.

Vale lembrar que o BNDES é o único representante da classe II de credores, o que lhe dá, na prática, direito de veto do plano. Sobre a posição da Anatel, que tem uma participação relevante na classe III, a expectativa é de um voto contrário ao plano, informam fontes.

A AGC começou no fim da manhã com a presença de cerca de 600 representantes de credores. O quórum mínimo para a instalação da assembleia era de representantes de mais da metade do valor da dívida de cada uma das quatro classes da dívida, que totaliza R$ 64 bilhões (veja abaixo o valor de cada classe). Para a aprovação do plano são necessários os votos de mais da metade dos presentes das classes I e IV de representantes de mais da metade do valor de crédito das classes II e III.

Classe I – Trabalhista (R$ 912 milhões)
Classe II – Garantia real – BNDES (R$ 3,33 bilhões)
Classe III – Quirografários – bancos (R$ 13,8 bilhões), bondholders (R$ 32,3 bilhões), Anatel (R$ 11 bilhões), outros fornecedores e processos judiciais (R$ 2,48 bilhões).
Classe IV – Microempresas (R$ 68,2 milhões)

0 Comentários

Os comentários estão fechados.