Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Globo Play

Postado em: 20/01/2016, às 18:35 por Henrique Medeiros

O uso do smartphone no cotidiano nos ajudou a acessar plataformas que antes eram apenas estáticas e com difícil mobilidade. É o caso das TVs, antes de existirem antenas de TV digital embutidas nos handsets, o conteúdo das TVs ficava limitado a um único local e não poderiam ser assistidas em movimento.

Agora, as televisões estão no bolso e na palma mão do espectador, e ganham no aplicativo mais uma alternativa de acesso. No caso do Globo Play (Android e iOS), o app da Rede Globo não apenas transmite em tempo real (por streaming) sua programação, mas disponibiliza parte de seu acervo histórico.

Ele é uma ótima opção para quem está na rua e quer acompanhar as notícias mais recentes. Ou mesmo uma alternativa para quem perdeu o último capítulo da novela e quer evitar “spoilers” das redes sociais.

Contudo, o aplicativo tem algumas limitações. Não são todos os programas da Globo que estão no acervo “Replay” – no Q&A da empresa aponta razões contratuais para não exibi-los. Outro problema está nos programas jornalísticos e esportivos, eles demoram a entrar no Replay.

O app ainda possui limites aos usuários que não pagam o serviço do Globo.Com. Programas antigos, como capítulos de novelas, minisséries e séries mais antigas, podem ser vistos apenas por assinantes do serviço online da rede de TV.

O consumo de dados é alto quando está conectado ao app, portanto, o uso do Globo Play é indicado em redes Wi-Fi. Pesa contra o aplicativo fato de que o streaming ao vivo não funcionar em todas as regiões do País – apenas algumas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo estão com o serviço disponível. A Globo já informou que progressivamente irá incorporar mais cidades.

Mesmo com ressalvas, o aplicativo da Rede Globo é simples de usar e tem conteúdo interessante para o cotidiano do telespectador quando está móvel. Lembrando que a Globo adquiriu recentemente os direitos para a transmissão dos Jogos Olímpicos em telefonia móvel até 2032. Portanto, o aplicativo é uma aposta de longo prazo da companhia.

Com a recente atualização, que permite acesso às câmeras do Big Brother Brasil (24 horas por dia em tempo real para assinantes) e com flashes para os demais usuários, o app possui um potencial de massificação fora do nicho da TV aberta. Lembrando que o BBB sempre teve uma versão móvel, agora incorporada ao app.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top