Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

18,5% das vendas do e-commerce no Brasil em 2016 serão por meio de dispositivos móveis

Postado em: 24/02/2016, às 16:59 por Henrique Medeiros

O faturamento do comércio por meio de vendas efetuadas em dispositivos móveis (m-commerce) deve crescer para 18,5% em 2016 do e-commerce em 2016, de acordo com pesquisa da E-Bit/Buscapé divulgada nesta quarta-feira, 24. Em comparação, em 2015, os equipamentos representaram 12% das transações ante 88% dos desktops, mas no mês de dezembro fechou com 14,3% do comércio eletrônico – um ano antes, apenas 9% das compras no e-commerce eram feitas com esses gadgets.

“Nós vemos que a mobilidade, com o advento do 3G e do 4G, é muito importante para esse crescimento”, afirmou Pedro Guasti, fundador do E-Bit e vice-presidente de relações institucionais do Buscapé. “Esse desenvolvimento é importante principalmente fora dos grandes centros. Não é toda cidade do Brasil que tem um shopping-center”.

A pesquisa revela também que o desenvolvimento do setor móvel contribuiu para o bom momento do setor varejista eletrônico, que respondeu por 15% do faturamento total do varejo em 2015, com R$ 41,3 bilhões. 39,1 milhões de internautas fizeram pelo menos uma compra em 2015.

Para 2016, as estimativas de vendas no comércio eletrônico (móvel e desktop) demonstram um crescimento nominal de 8%, com faturamento de R$ 44,6 bilhões. O tíquete médio deve passar de R$ 388 em 2015 para R$ 419 em 2016, um aumento de 8%.

Produtos

Dentre os equipamentos que guiaram o crescimento em faturamento no ano passado, os celulares e smartphones encabeçam a lista dos produtos, seguido por casa e decoração, eletrodomésticos e informática.

“O mercado de smartphones está cada vez mais competitivo e o consumidor brasileiro está mais exigente. O consumidor passou a usar mais a Internet para buscar o melhor preço em um produto de mais qualidade", revelou André Dias, diretor executivo do Buscapé. “2015 foi um ano que a telefonia teve queda nos preços. Isso gerou briga dos varejistas e das marcas, uma disputa pelo consumidor de telefonia celular.”

Para 2016, as vendas de smartphones devem colaborar para o aumento do faturamento no e-commerce. O diretor executivo do BuscaPé acredita que mesmo com o fim da Lei do Bem (que desonerava os aparelhos) e a constante variação do dólar no País, os celulares devem continuar crescendo, pois o brasileiro vê o dispositivo como um item desejado.

Pagamentos móveis

O estudo do e-commerce, que analisou as informações a partir de questionários pós-compra online, mostra que 7% das compras em 2015 foram feitas por outras modalidades – inclusive os pagamentos móveis – com uma variação de 0,1% em relação ao ano anterior. Cartão de crédito domina os meios de pagamentos no e-commerce com 73,5% e boleto bancário aparece em seguida, com 19,6%.

Questionado por este noticiário se deve haver aumento nas compras com carteiras virtuais quando sistemas como Samsung Pay, Apple Pay e Android Pay entrarem no Brasil, André Dias disse que o lojista está preparado, mas a cultura de compras ainda é uma barreira importante para ser ultrapassada.

“Do ponto de vista do lojista, a maioria está preparada para pagamentos móveis. Mas o problema desta tecnologia ainda é cultural”, pontuou o executivo. “Por exemplo, 70% das pessoas que fazem compras pelo smartphone ainda preferem fazê-las quando conectadas a redes Wi-Fi”.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top