Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Investimento em start-ups móveis somou US$ 41 bilhões em 12 meses

Postado em: 27/05/2015, às 10:17 por Redação

Entre abril de 2014 e março de 2015, foram investidos US$ 41 bilhões em start-ups móveis ao redor do mundo, informa levantamento feito pela consultoria Digi-Capital. Dois segmentos concentraram praticamente a metade desse total: transporte e viagens, com empresas como Lyft e Uber; e comércio móvel. Os segmentos de marketing e publicidade móveis; serviços financeiros; comida e bebida; utilitários; estilo de vida; redes sociais; e wearable devices levantaram cada um mais de US$ 1 bilhão no mesmo período. Outros 14 segmentos identificados pela Digi-Capital completam a conta somando aportes menores.

No mesmo intervalo de tempo, fusões e aquisições no mundo de conteúdo móvel somaram US$ 70 bilhões. O segmento de mensagens liderou, em razão da compra do WhatsApp pelo Facebook. Em seguida vieram os segmentos de jogos; estilo de vida; redes sociais; comida e bebida; e utilitários, cada um com mais de US$ 5 bilhões.

Por fim, a Digi-Capital calculou que foram levantados aproximadamente US$ 20 bilhões com IPOs (abertura de capital) de empresas móveis no referido período de 12 meses, com uma concentração nos segmentos de redes sociais; estilo de vida; comida e bebida; e utilitários.

Bolha

Ao fim de março de 2015, as 79 empresas analisadas pela Digi-Capital estavam avaliadas em US$ 575 bilhões. A consultoria traz à tona a questão sobre a existência ou não de uma bolha no mercado de conteúdo móvel. Há empresas desse setor, tanto públicas quanto privadas, cujo valor de mercado supera em mais de 600% a sua performance financeira. A resposta da Digi-Capital fica em cima do muro: a consultoria entende que há algumas empresas que fogem da curva e que puxam a avaliação média para cima, enquanto há muitas outras subavaliadas. Entre as listadas em Bolsa, as mais superavaliadas estão nos segmentos de comércio móvel; redes sociais; mensageria; estilo de vida; jogos e comida e bebida. Entre as privadas, as mais superavaliadas estão nos segmentos de transporte e viagens; jogos; comércio móvel; e marketing e publicidade móveis.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top