Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Qual o investimento inicial?

Postado em: 27/08/1997, às 23:55 por Redação

Pelas contas das empresas que pretendem entrar no negócio de TV por assinatura, o preço que poderá ser gasto no pagamento pelas outorgas não deve exceder R$ 40 por domicílios com TV para outorgas de cabo e R$ 20 por domicílio com TV para o MMDS. São contas que batem com os cálculos das grandes empresas que já estão no negócio. A taxa de retorno estimada para o investimento nas novas operações (incluindo o gasto com a outorga) varia dependendo dos investidores que compõem os grupos. Bancos tendem a buscar retorno mais rápido (como já se viu na disputa da banda B), ao contrário de empresas operadoras, cujas taxas variam em torno dos 20%. De um modo geral, o prazo máximo que se pode esperar para o retorno , segundo as empresas, gira em torno de oito anos (metade do tempo de concessão). Há dúvidas, entretanto, de como será a preparação das empresas que participarão da disputa (sejam elas criadas especificamente para esse fim ou não). O problema é que estas empresas precisam apresentar um índice de liquidez considerado impraticável em situações normais e, além disso, devem ter patrimônio líquido superior a 10% do valor mínimo estabelecido para a outorga disputada.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top