OUTROS DESTAQUES
CEO da Sun diz que Microsoft poderia ter colaborado
quarta-feira, 07 de junho de 2000 , 23h09 | POR REDAÇÃO

O presidente e CEO da Sun Microsystems, Edward Zander, estava exultante nesta quarta, dia 7, durante sua palestra no Supercomm 2000, em Atlanta. Sua alegria tinha um forte motivo: a decisão do juiz Thomas Penfield Jackson, dos Estados Unidos, determinando que a Microsoft Corp. seja dividida em duas companhias para restaurar a competição na área de software. Trata-se da primeira decisão de quebra de um processo antitruste desde a divisão da AT&T, em 1984, embora ainda caiba recurso a Bill Gates. Zander fez várias brincadeiras com o nome da Microsoft durante sua apresentação. Depois, ao falar com os jornalistas disse que ainda era cedo para opinar porque não havia lido a sentença do juiz. Mesmo assim, considerou que a rival é culpada pela forma como competia no mercado e que poderia ter cooperado com algumas práticas de negócios. O presidente da Sun argumentou que não sabe o que acontecerá daqui para frente, mas disse que alguns negócios que estavam paralisados poderão ser retomados agora.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top