OUTROS DESTAQUES
Eriline tem dificuldades em achar sócios
quinta-feira, 12 de março de 1998 , 00h30 | POR REDAÇÃO

José Henrique Castanheira, da Eriline, não está tendo sucesso na busca de um sócio que encare ficar com 40% das quotas do consórcio Tess. Aos seus interlocutores, ele tem admitido que a CR Almeida está fora do negócio e que precisa de dinheiro para pagar pela licitação da área 2 da banda B da telefonia celular (interior de São Paulo), caso ganhe na Justiça o direito de exploração do serviço. O objetivo imediato é conseguir R$ 208 milhões. Os bancos também não parecem interessados no negócio, segundo fonte bem situada no setor. Essa mesma fonte, no entanto, acredita que, se Castanheira conseguir bancar sua parte, terá muita facilidade em vendê-la com vantagem mais na frente.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente sobre políticas de telecomunicações e comunicações, organizado conjuntamente pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB)

14 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top