OUTROS DESTAQUES
Anatel diz que será rigorosa no caso CRT, mas pode dar mais prazo
sexta-feira, 16 de junho de 2000 , 19h18 | POR REDAÇÃO

O presidente da Anatel, Renato Guerreiro, disse nesta sexta, dia 16, que não vai prorrogar o prazo da negociação entre TBS (Telefônica) e Brasil Telecom na CRT. E adiantou que na terça, 20, a Anatel vai anunciar "uma ação forte" se as operadoras não chegarem a um acordo. Guerreiro declarou que ainda pode acontecer um adiamento caso as duas empresas assinem um documento de compromisso na Anatel dizendo que a negociação está fechada e só é necessário mais um tempo para se acertar detalhes. Ele cita como exemplo o que aconteceu com a Telefônica na Ceterp Celular, que recebeu um prazo de um mês para concluir a transferência do controle, provavelmente para a Portugal Telecom.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top