OUTROS DESTAQUES
Contratos contemplarão a qualidade
terça-feira, 17 de fevereiro de 1998 , 18h30 | POR REDAÇÃO

São objetivas as metas quantitativas propostas pela agência, já que os números de telefones públicos a serem oferecidos pelas teles estão bem claros. Mas onde estão as metas qualitativas? Segundo o conselheiro da Anatel, Antônio Carlos Valente, relator do plano, as metas qualitativas (velocidade de atendimento, índices diversos sobre aproveitamento de chamadas, etc) farão parte do contrato de concessão.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente sobre políticas de telecomunicações e comunicações, organizado conjuntamente pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB)

14 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top