OUTROS DESTAQUES
Embratel questiona legalidade do consórcio de teles
terça-feira, 30 de maio de 2000 , 20h58 | POR REDAÇÃO

O diretor de serviços da Embratel, Eduardo Levy, afirmou nesta terça, 30, que a operadora está questionando a legalidade do consórcio de teles formado para concorrer com ela nas grandes redes nacionais de dados e serviços 0800. "As operadoras locais, no nosso ver, estão dando interpretações erradas para a legislação brasileira. Nós entendemos que só quem pode prestar serviços nacionais de voz, e aí se inclui o 0800, são as operadoras com concessão nacional: nós e a Intelig", disse Levy. Segundo Leonello Patitucci, responsável pela área de serviços para os clientes empresariais da Embratel, o consórcio deixa margens a dúvidas legais mesmo quando concorre na área de dados. "Aí pode ser até mais complicado, uma vez que quem tem autorização para prestar serviços de dados são as operadoras estaduais, e não as holdings, que acabaram formando o consórcio", diz ele.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top