Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Parlamentar quer que tablets tenham isenção como a de livros

Postado em: 01/06/2012, às 18:02 por Redação

A aprovação de Projeto de Lei 114/2010 que equipara os tablets e outros dispositivos digitais de armazenamento aos livros, que têm imunidade tributária, foi defendida pelo senador Acir Gurgacz (PDT-RO) nesta sexta-feira, 1º. Segundo ele, a aprovação é necessária para corrigir a distorção existente na Lei do Livro (10.753 de 2003).

“Com a tecnologia existente, é um contrassenso considerarmos como livro apenas o material impresso. É livro, sim, nos dias de hoje, tanto os arquivos digitais nos mais diversos formatos que podem ser lidos ou ouvidos (no caso de deficientes visuais), assim como devem ser considerados equivalentes a livros os equipamentos que permitem a execução de tais arquivos.”

Na avaliação do senador, tais produtos devem gozar da imunidade fiscal para importação, “assim como o livro propriamente dito, com o objetivo de fomentar a obtenção de informação, o estudo e o desenvolvimento de tecnologia”.

Autor da proposta, Gurgacz conclamou os senadores a não deixarem que “falhas do passado” sejam repetidas, como as apontadas em relação à reserva de mercado de informática (vigente no período de 1984 a 1991).

O PLS 114/2010 já foi aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e está na pauta da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Se for aprovado, poderá seguir direto para a Câmara dos Deputados, em passar pelo plenário. Com informações da Agência Senado.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top