Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Vendas de tokens impulsionam vendas da Vasco

Postado em: 01/09/2005, às 19:07 por Redação

A Vasco, empresa belgo-americana de soluções de autenticação, fundada em 1996 e listada na Nasdaq, faturou US$ 29,8 milhões no ano fiscal de 2004, com lucro bruto de US$ 5 milhões.

Isso significou um crescimento de 31% em relação ao ano anterior. Nesse segundo trimestre de 2005, as vendas alcançaram US$ 12,3 milhões, crescimento de 72% em relação ao mesmo período de 2004, o que corresponde a entrega de 1,6 milhões de tokens de segurança em três meses.

Esses dados foram apresentados por Jan Valcke, presidente da empresa, que esteve no Brasil para promover uma conferência para usuários do setor financeiro, e apoiar as atividades do seu representante exclusivo no Brasil, a UserID.

Informou ainda que a empresa conta com mais de 17 milhões de usuários em 390 instituições financeiras e em 1.800 grandes empresas e entidades governamentais. No Brasil, ela possui clientes como HSBC, que desenvolveu um projeto pioneiro que está sendo adotado pelas filais de Hong Kong e México, e com previsão para ampliação para todos os demais países onde o banco atua.

Além disso já vendeu para outros bancos, como Bradesco, Itaú; e empresas em setores variados, como Honda, Garoto, Hospital Albert Einstein, Agora Sênior Corretora, Orbital, Prosegur e Susano. Nessas corporações as aplicações de token são destinadas ao acesso de rede e aplicações remotas.

Segundo explicou César Lovisaro Neto, diretor comercial da UserID, ela começou a representar oficialmente a Vasco em julho de 2004 e já conta com distribuição da Westcon e CNT, e uma rede de 29 Gold Partners e 300 revendas. A empresa que tem forte presença na área financeira, quer agora ampliar para os segmentos corporativos (acesso a redes), B2B, B2C e e-government.

Ela fornece uma linha uma grande variedade de tokens e dispositivos portáteis denominados Digipass, para autenticação de usuários em rede, Internet banking, autenticação de host, assinaturas eletrônicas de transações, autenticação via celular ou hand held, integração com smart cards, PKI, etc. Para aplicações remota conta com linha Vacman baseada em tempo empregado, para permitir que o funcionário remoto acesse o servidor através de uma senha única que é alterada a casa uso.

Segundo dados do FTC- Federal Trade Comission, os problemas envolvendo o roubo de identidade nos Estados Unidos atingiram a casa dos US$ 10 milhões anuais, ?:um dos motivos para empresa trabalhar em conjunto com Visa e Mastercard no desenvolvimento de oportunidades de negócios para token leitores de smart cards, que deve ter forte expansão em 2006?, informou Valcke.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top