Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Equipes de trabalho precisam sair da infância

Postado em: 01/09/2008, às 17:53 por Redação

Wilson Mileris, consultor especializado em motivação profissional, defende que os imaturos insistem, mesmo ao atingir a idade adulta, em pensar e se comportar como crianças. Um comportamento que, segundo Mileri, está presente em todos os ambientes corporativos.

Para inverter esta condição, o consultor defende que as grandes lideranças, em algum elo da corrente de comando, precisam desenvolver características de amortecedor. Os sentimentos são contagiosos e a equipe é influenciada pela emoção de seu líder e de seus membros (positiva ou negativamente).

Portanto, é fundamental disseminar junto às pessoas que a imaturidade é uma geradora de fracassos e que mais "gerentes-amortecedores" devem fazer parte de uma empresa. Segundo o consultor, ste tipo de gestor pode ser encontrado entre os maduros emocionalmente que entendem a inteligência emocional coletiva é o que separa as equipes de alto desempenho das medíocres.

Segundo alguns estudos, a imaturidade afeta o ajustamento do indivíduo a seu meio. Principalmente porque ele nunca está disposto a sacrificar seus interesses em benefício dos outros e, tampouco, consegue realizações à longo prazo. Por isso, o grupo acaba rejeitando-o.

Para ilustrar melhor as situações em que a imaturidade atrapalha, o especialista cita um exemplo: "o filho adolescente do diretor comercial bate com o seu carro esporte favorito. Este vem para o trabalho com "aquele" mau humor. A primeira coisa que vê sobre a mesa é o relatório de vendas do dia precedente, que não é muito mau. Ele chama o gerente de Marketing e estraçalha-o. Este último passa tudo ao responsável pelas vendas que, naturalmente, desconta no pessoal do setor. O relatório não era assim tão ruim; por isso, os vendedores se entreolham com perplexidade e, falando figuradamente, tiram o dia de folga e vão cuidar da vida. Resultado: um relatório de vendas realmente terrível, no dia seguinte, repetindo-se a conduta do dia anterior. Mas, desta vez elevada à décima potência. Fica evidente que a personalidade imatura é egocêntrica, impulsiva, exibicionista, não tolera tensões e derrotas, exige satisfação imediata e só prejudica as outras pessoas", explica.

Entretanto um cuidado é fundamental. Não confundir "imaturo" com "neurótico", porque a neurose é um distúrbio que afeta a estrutura do caráter das pessoas. Quando tal perturbação se manifesta, a vida emocional do indivíduo fica dominada por sentimentos intensos e mal dirigidos.

"A pessoa imatura não é necessariamente neurótica, e vice-versa. A diferença fundamental é que o neurótico tende a sofrer de ansiedade e depressão devido a seus conflitos íntimos, ao passo que o imaturo está livre dessa ansiedade interior e sente-se bastante feliz até o momento em que suas necessidades e desejos entram em conflito com os sentimentos das outras pessoas", completa Mileris.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top