Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Vendas de PCs para segmento doméstico superam as do corporativo

Postado em: 01/11/2007, às 20:43 por Redação

O mercado brasileiro de computadores pessoais cresceu 20% nos nove primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. No total, já foram vendidas 6,96 milhões de unidades em 2007, segundo levantamento realizado para a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). A entidade estima que as vendas de PCs para o mercado brasileiro atingirão 10,1 milhões de unidades neste ano, dos quais 8 milhões de desktops e 2,1 milhões de notebooks.

Até setembro, as vendas de desktops haviam atingido 5,8 milhões de unidades, enquanto as de notebooks chegaram a 1,1 milhão. Somente no terceiro trimestre, o mercado de PCS atingiu 2,6 milhões de unidades, crescimento de 21,7% em relação ao terceiro trimestre do ano anterior.

As vendas nos meses de julho e agosto foram apenas razoáveis, mas houve forte recuperação a partir da segunda quinzena de setembro. Neste período, pela primeira vez, as vendas para o segmento doméstico (pessoas físicas) ultrapassaram as do corporativo, segundo o estudo.

As vendas de notebooks alcançaram 541 mil unidades, no terceiro trimestre, o que representa um crescimento de 216% em relação ao mesmo período de 2006. De acordo com os dados, 59% das aquisições do produto foram de pessoas físicas. No segmento de desktops, as vendas atingiram 2 milhões de unidades no trimestre, um crescimento de 5% sobre o mesmo período do ano passado, demonstrando claramente uma tendência de migração para o notebook.

Em relação à participação do mercado ilegal no Brasil, houve uma grande alteração. O mercado cinza de desktops clones (36,4% no trimestre) continua caindo em relação ao mercado dos fabricantes formais. Por outro lado, a pesquisa constatou que o mercado cinza de notebooks cresceu muito nos últimos meses. Foram vendidos 196,5 mil notebooks não oficiais no trimestre contra 96,5 mil unidades no segundo trimestre deste ano, ou seja, um crescimento de 103%.

Boa parte das revendas que vendiam desktops clones e componentes estão migrando seu negócio para a comercialização de notebooks. Com isso, a participação dos notebooks não oficiais, que foi de 26% no segundo trimestre, subiu para 36% no terceiro e mantidas as condições atuais deverá alcançar 42% no quarto.

Para 2008, a Abinee estima que o mercado total de PCs deverá crescer 17%, com destaque, principalmente, para as vendas de notebooks.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top