Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Indústria brasileira de TI terá déficit de profissionais em 2014

Postado em: 01/12/2011, às 18:45 por Redação

O Brasil terá um déficit na área de TI de mais de 45 mil profissionais em 2014. É o que aponta estudo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicações (Brasscom), cuja projeção indica que os oito estados analisados – São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraná, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Sul – irão precisar de 78 mil profissionais de tecnologia em 2014, mas apenas 33 mil concluirão os cursos de TI naquele ano.

Os únicos estados que terão profissionais disponíveis em quantidade adequada são Bahia, Minas Gerais e Pernambuco. São Paulo é o estado onde a situação é mais crítica, já que a contratação de profissionais em 2010 foi de quase 14 mil e as universidades formam apenas 10 mil estudantes. Rio Grande do Sul e Paraná também apresentam escassez de profissionais, porém em menor escala.

De acordo com a entidade, para reverter esse cenário é necessário reter os alunos nos cursos superiores, já que a média da evasão escolar em TI foi de 87% em 2010. "Está na hora de redistribuir as vagas nas universidades brasileiras, com cursos que atendam a demanda das empresas e nos locais onde elas estejam instaladas. As próprias companhias de TI podem reestruturar suas operações de acordo com o panorama apresentado no estudo", afirmou Antonio Gil, presidente da Brasscom.

O relatório mostra, ainda, que os salários de TI vêm crescendo acima da inflação na maioria dos estados desde 2003. "Está na hora de fazer a distribuição geográfica e curricular de vagas de TI, de acordo com as necessidades do mercado. Também há espaços que podem ser explorados pelos estados para atração de empresas de TI", aponta a pesquisa.

A média salarial do segmento de TI é de R$ 2.950 por mês, quase o dobro da média nacional, que é de R$ 1.499. No entanto, as remunerações em TI respeitam as peculiaridades regionais. Rio de Janeiro e São Paulo, estados com grande concentração de empresas de TI, remuneram acima da média nacional na maioria das funções analisadas. O salário inicial para um analista de desenvolvimento de sistemas, por exemplo, é de R$ 3.980 no Distrito Federal, R$ 3.415 no Rio de Janeiro e R$ 2.950, em São Paulo – todos acima da média de R$ 2.862 nos oito estados analisados. Já Paraná e Bahia estão na faixa de R$ 2.200.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top