Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Escolha de sistema de rádio digital será adiada até conclusão de testes

Postado em: 02/08/2007, às 20:56 por Redação

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, garantiu nesta quinta-feira (2/8) que o ministério vai aguardar os resultados dos testes com o sistema norte-americano In Band on Chanel (Iboc) antes de fechar a proposta do conselho consultivo sobre qual sistema de rádio digital o país deve adotar.

De acordo com o ministro, não há possibilidade de anunciar o sistema sem ter os resultados dos testes do Iboc. ?Definitivamente, não podemos anunciar os resultados se não tivermos os testes, que precisam ser analisados tanto pelo ministério quanto pela Anatel?, afirmou.

Segundo a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), seriam necessários 60 dias para que todas as rádios fizessem suas conclusões. O prazo inicial era que o conselho consultivo sugerisse até 14 de setembro o modelo ideal. Ontem (1º), após reunião com o conselho, o ministro deu um prazo limite de mais 30 dias, mas afirmou hoje à Radiobrás que o prazo poderá chegar a 60 dias, se for o caso. ?Se é totalmente impossível esse relatório ficar pronto em menos de 60 dias, vamos aguardar?, disse.

Hélio Costa afirmou, no entanto, que não tem como esperar a realização de testes com o sistema europeu Digital Radio Mondiale (DRM). ?Os testes DRM tem que ser feitos por eles [os técnicos que defendem o sistema europeu]. Eles têm que trazer um transmissor da Europa, colocar em São Paulo, fazer o teste, indicar para as emissoras que estão dispostas a montar o sistema. Se não trazem esse transmissor até São Paulo, não tem teste. Ou eles fazem os testes, ou não tem como participar?.

Até o momento, nenhuma das rádios que operam em caráter de testes com o sistema Iboc encaminhou seu relatório final à Anatel. O ministro diz que 21 rádios já operam digitalmente em caráter de testes com o Iboc. Os testes definitivos com o DRM ainda nem começaram.

Hélio Costa afirmou que os técnicos do DRM foram convidados a realizar os testes, ?mas infelizmente não tivemos uma boa resposta?. Agora, segundo Hélio Costa, os europeus foram convidados para fazer uma exposição do sistema ao conselho consultivo. Ontem (1º), dois técnicos do Iboc participaram da reunião do conselho e, posteriormente, fizeram uma exposição sobre o funcionamento do sistema norte-americano aos radiodifusores e empresas fabricantes de equipamentos.

Para o ministro, o país tem pressa na escolha do novo sistema. ?Não podemos ficar mais à espera. O rádio digital está em processo de implantação e vamos decidir. Mas vamos aguardar os resultados das experiências, que são enviadas semestralmente para a Anatel. Pedimos que se faça uma compilação dos dados enviados nos últimos dois anos?. Hélio Costa já indicou que o modelo deverá ser um híbrido entre o sistema europeu e norte-americano. Isso porque o europeu comporta Ondas Curtas (OC), enquanto o Iboc funciona em AM e FM. O Brasil tem os três modelos em funcionamento.

Após concluída, a proposta do ministério é encaminhada para a Casa Civil. Aprovada lá, o presidente da República pode sancionar o projeto e, então, anunciar qual será o modelo de rádio digital a ser adotado no país. Segundo Hélio Costa, ?no espaço de um ano, as emissoras brasileiras deverão estar praticamente todas engajadas na transmissão digital?.

Com informações da Agência Brasil.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top