Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

IDC prevê aumento menor nos gastos mundiais com TI

Postado em: 03/02/2010, às 09:55 por Redação

Os gastos mundiais com TI estão previstos para atingir US$ 1,48 trilhão neste ano, o que representa um aumento de 3% na comparação com 2009, de acordo com estudo da IDC. O resultado ainda deve ficar cerca de 1,4% abaixo do US$ 1,5 trilhão registrado em 2008. Isso deve ocorrer por conta dos resquícios da crise financeira ao longo deste ano.
A IDC faz a ressalva, porém, que a previsão é baseada em condições constantes da economia e que, portanto, a valorização ou desvalorização do dólar pode alterar significantemente o resultado.
De acordo com Stephen Minton, vice-presidente de estratégias e mercados globais de TI da IDC, os impulsionadores dos gastos com TI neste ano serão os países emergentes, principalmente Índia e China, onde os investimentos em TI devem se recuperar mais rapidamente.
"Apesar da demanda reprimida para atualizações e novas aplicações devido ao profundo corte de gastos realizado no ano passado, a incerteza econômica, junto com as restrições de capital e de crédito, vai contribuir para inibir as despesas com TI nas economias maduras", explicou. Segundo Minton, os gastos globais com TI somente se recuperarão totalmente dos efeitos da crise em 2011.
A IDC estima que os investimentos em hardware terão crescimento de 5% neste ano, enquanto que em software e serviços serão 2% e 3% superiores, respectivamente. No segmento de hardware, a empresa de pesquisas destaca as despesas mundiais com PCs, que deverão ter aumento de 3% neste ano, acima da previsão inicial da companhia, de alta de 2%.
As despesas com software e serviços, segundo a consultoria, refletirão o menor valor dos contratos assinados no ano passado e o controle de gastos devido à cautela nos mercados maduros.
Para a América Latina, a IDC projeta crescimento de 5% nas despesas com TI neste ano. Para o Brasil, mercado- chave para o setor de TI na região, a previsão da consultoria, é que o país só voltará a registrar patamares robustos de expansão a partir de 2011. As projeções da IDC são um pouco mais modestas que as do Gartner, que prevê que os gastos mundiais com TI neste ano, envolvendo tanto empresas quanto usuários finais, devem crescer 4,6%, totalizando aproximadamente US$ 3,4 trilhões (veja mais informações em "links relacionados" abaixo).

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top