Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

BID financia 5 empresas para selo de qualidade

Postado em: 03/04/2006, às 19:53 por Redação

Cinco produtoras de software serão selecionadas para participarem de um treinamento desenvolvido pela Fundação Vanzoline e o Instituto de Tecnologia de Software (ITS) para obterem o selo de qualidade brasiliero MPS.BR, programa da Sociedade Softex para Melhoria de Processo de Software Brasileiro.

Elas serão escolhidas entre as que inscritas no ComQualidade, que será apresentado ao mercado nesta terça-feira, dia 3/04, em São Paulo.

As eleitas poderão receber um financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para cobrir até 50% dos custos com consultoria oferecida pelo ComQalidade para obter o selo brasileiro de qualidade.

O ComQualidade é resultado de um convênio firmado entre ITS e a Vanzoline para melhorar a qualidade do software nacional. O objetivo do programa é promover cursos de especialização, capacitar profissionais e empresas para obtenção de selos de maturidade em desenvolvimento como o MPS.BR, modelo brasileiro de qualidade de software, e o CMMI, modelo internacional da Carnegie Mellon University.

David Yoshida, coordenador de Qualidade do ITS, explica que a escolha das cinco empresas para participar do MPS.BR será com base no faturamento e número de profissionais que empregam.

A preparação para as empresas se enquadrarem dentro dos requisitos de qualidade do MPS.BR leva 15 meses.

O que é o MPS.BR

A certificação MPS.BR é um modelo alternativo do Brasil baseado em padrões internacionais para preparar produtoras de software para competir no mercado global. O modelo foi criado pela Softex com o Ministério das Ciências e Tecnologia. ITS e Vanzoline começam a incentivar empresas interessadas na obtenção deste selo.

A cerimônia de apresentação do ComQualidade, que será no auditório Francisco Landi, edifício Mário Covas da Escola Politécnica da USP, são esperadas cerca de 300 empresas.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top