Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

CPqD entra no mercado de smart cards com sistemas pré e pós-pagos

Postado em: 03/07/2007, às 18:58 por Redação

O CPqD – Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações anunciou nesta terça-feira (3/7) o lançamento do CPqD Smart Card, um sistema off-line de microcrédito, pré ou pós-pago, que pode ser personalizado para diversos tipos de empresas como postos de combustíveis, companhias de água, energia e gás, ou administradoras planos de saúde.

De acordo com Joseph Haim, gestor de produtos a cartão do CPqD, o sistema é uma ferramenta que contribui para a retenção dos clientes. "Com ele, os estabelecimentos comerciais têm um maior controle das operações. Por meio de relatórios periódicos, emitidos pelo sistema, o comerciante tem acesso aos detalhes de todas as operações realizadas em um determinado período. Isso porque cada vez que um cliente utiliza o cartão, o sistema confere e valida as informações daquele usuário", explica.

As informações de crédito ou transações previamente armazenadas no cartão do consumidor são transferidas, com segurança, para os cartões dos prestadores de serviços, por meio do terminal Card2Card desenvolvido pelo CPqD. "Com o CPqD Smart Card, não há necessidade de uma autorização online a cada transação, basta uma única conexão diária, via internet, com o sistema autorizador do CPqD para a transferência dos dados já validados", comenta Haim.

Outra vantagem, apontada pela empresa, diz respeito à relação custo-benefício do smart card. De acordo com o gerente da área de telefonia pública a cartão do CPqD, Marcos Aurélio Pegoreti, de maneira geral, o sistema apresenta uma taxa de serviço bem inferior ao valor cobrado pelas administradoras de cartão de crédito e débito. ?Além disso, não requer outros gastos do comerciante, tais como o aluguel dos equipamentos, as ligações telefônicas efetuadas a cada transação para a devida autorização online e a necessidade de uma complexa infra-estrutura de telecomunicações sempre disponível.?

Pegoreti ressalta que a capacidade de desenvolvimento de aplicações personalizadas, específicas ao negócio do cliente, é um importante diferencial da tecnologia do CPqD. "A possibilidade de diferentes aplicações instaladas em um mesmo cartão do consumidor torna o sistema CPqD Smart Card ainda mais completo e diferenciado", afirma ele. Por possuir um chip com capacidade de armazenamento de dados, de modo seguro e em áreas distintas de memória, um único cartão pode ser usado para mais de um serviço, como, por exemplo, alimentação e pagamento de conta de água.

Com o novo produto, o CPqD atende a dois mercados: o de estabelecimentos comerciais e o de fabricantes de terminais. Para os primeiros, cabe ao CPqD a análise da viabilidade de implantação do cartão, integração de sistemas, migração de sistemas legados para sistemas baseados em cartões inteligentes, desenvolvimento e consultoria em software, além dos serviços de gestão da aplicação e de autorizador de transações. Já para os fornecedores de hardware, o CPqD faz a transferência da tecnologia para a fabricação de seu terminal Card2Card.

Segundo o CPqD, o sistema foi testado, durante dois meses, em um posto de combustíveis de Uberaba e sua utilização foi plenamente aprovada, entrando em operação comercial agora em maio. Outras propostas estão em estudo por diferentes clientes de diversos ramos de atividade, de acordo com a empresa.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top