Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Symantec registra receita US$ 1,05 bi no 2° trimestre

Postado em: 04/11/2005, às 16:49 por Redação

A Symantec divulgou hoje (4/11) os resultados do segundo trimestre do ano fiscal de 2006, encerrado em 30 de setembro de 2005. A receita US GAAP (princípios contábeis geralmente aceitos nos EUA) no trimestre foi de US$ 1,056 bilhão e a receita não-GAAP foi de US$ 1,192 bilhão. Este valor inclui US$ 136 milhões de receita diferida que foram eliminados dos resultados GAAP como parte da contabilidade da compra associada à aquisição da Veritas Software. Em bases não-GAAP, a receita cresceu 8% sobre a receita não-GAAP combinada de US$ 1,103 bilhão contabilizada no mesmo trimestre de 2004.

A receita líquida não-GAAP foi de US$ 273 milhões no segundo semestre, 16% maior do que a receita líquida não-GAAP combinada de US$ 235 milhões registrada no segundo semestre de 2004. Os ganhos não-GAAP totalmente diluídos por ação no trimestre foram de US$ 0,23, 21% a mais do que o ganho por ação combinado de US$ 0,19 do segundo semestre de 2004.

Os resultados não-GAAP excluem certas despesas, líquidas de impostos, e incluem os resultados da Veritas nas operações para os períodos aplicáveis, incluindo correções baseadas nos valores justos dos bens adquiridos e das dívidas assumidas na data da aquisição em 2 de julho de 2005, e a receita diferida que foi eliminada como resultado da contabilidade da aquisição da Veritas.

Para o trimestre de dezembro de 2005, a receita GAAP foi estimada em US$ 1,165 bilhão. Isso exclui US$ 98 milhões da receita diferida perdida ao longo da contabilização da transação da Veritas. Incluída essa receita diferida, a receita não-GAAP da Symantec para o terceiro trimestre foi estimada em US$ 1,263 bilhão, 6% maior do que a receita não-GAAP combinada no mesmo trimestre do ano anterior.

Os ganhos por ação GAAP totalmente diluídos para o trimestre de dezembro foram em média US$ 0,10. Os ganhos por ação non-GAAP totalmente diluídos, que incluem US$ 98 milhões de receita diferida da Veritas, eliminada como parte da contabilização da compra, e excluem todos os custos relacionados à fusão, despesas de reestruturação e compensações diferidas, foram estimados em US$ 0,25.

Para ano fiscal que termina em março de 2006, a receita GAAP foi projetada em US$ 4,2 bilhões. A receita não-GAAP combinada para o ano fiscal foi estimada em US$ 5 bilhões, 8% maior do que os 4,625 bilhões de receita não-GAAP combinada registrada em 2005.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top