Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Cast Informática aposta em expansão internacional e aquisições para crescer

Postado em: 04/11/2011, às 18:01 por Victor Hugo Cardoso Alves

A Cast Informática, provedora nacional de serviços de TI, pretende manter uma agressiva taxa de crescimento médio anual de 30% até 2021 e para isso baseia sua estratégia na expansão internacional e em um intenso processo de aquisições. Para este ano, a expectativa da companhia é de faturar, no pior cenário, R$ 215 milhões.

“Mas podemos ultrapassar facilmente essa barreira. Até o fim de setembro, já acumulávamos um faturamento de R$ 185 milhões”, afirmou Eduardo Rocha, diretor de assuntos estratégicos da Cast Informática. Em 2010, a companhia obteve receita de R$ 145 milhões.

Segundo ele, a Cast tem uma demanda vendida que obriga a companhia a investir em quatro fábricas de software até o fim do primeiro semestre do ano que vem. Duas serão construídas no Brasil – Belo Horizonte e Curitiba – e outras duas fora do país, sendo na Colômbia e na Argentina. Cada complexo demanda um investimento de R$ 7 milhões a R$ 10 milhões. Assim, no total, a companhia aplicará entre R$ 28 milhões e R$ 40 milhões apenas nestas fábricas de software.

A expansão internacional da Cast também é marcada pela abertura de um escritório operacional e comercial nos Estados Unidos, fruto de um aporte de R$ 10 milhões. O foco com tal estratégia de internacionalização é expandir a participação do off shore sobre o faturamento da empresa, que no ano passado ficou em 5% a 7%. “Por isso estamos investindo na expansão internacional. Seja por meio de desenvolvimento quanto por meio de comercial”, observou Rocha. O objetivo da empresa é que as vendas externas respondam por 10% do seu faturamento neste ano.

Outra vertente do plano de crescimento acelerado da Cast é a iniciativa de aquisições. A companhia conta com recursos de R$ 75 milhões para investir na compra de empresas, mas está aberta a recursos de empresas de private equity e outros fundos de investimento. “É sempre importante mesclar a fonte de recursos. Assim, você mantém um caixa forte”, ponderou o executivo.

A Cast contratou a consultoria LCA para assessorá-la nesse processo de fusões e aquisições. Rocha revelou que a companhia está trabalhando há seis meses em algumas negociações e que o objetivo é comprar pelo menos três empresas até o fim de 2012. O foco é adquirir uma companhia ficada no segmento de indústria, outra no setor de finança e uma especializada em pesquisa, desenvolvimento e inovação (P&D&I).

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top