Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Sharp recebe aporte de US$ 120 milhões da Qualcomm

Postado em: 04/12/2012, às 11:18 por Redação

A Sharp, fabricante japonesa de telas de cristal líquido (LCD) e televisores, receberá 9,9 bilhões de ienes (o equivalente a US$ 120 milhões) em investimento Qualcomm. Conforme acordo assinado entre as empresas, a fabricante de chips para dispositivos móveis terá acesso às tecnologias da Sharp para o desenvolvimento das telas MEMS da Pixtronix, sua subsidiária. Também faz parte do acordo, a emissão de novas ações pela companhia japonesa por uma cota de terceiros à Qualcomm. O acerto foi divulgado em comunicados feito à imprensa pelas duas empresas, mas apenas a Sharp revelou detalhes financeiros.

O capital será utilizado para o desenvolvimento de um conjunto de aplicações de telas MEMS e outras necessidades relacionadas à tecnologia para comercialização. “Com este acordo, a Sharp acelera sua estratégia de crescimento do negócio de LCD voltado para pequenas e médias empresas, com tecnologia IGZO [material que pode ser usado como um canal para um transistor de película fina transparente] como seu núcleo, além de expandir sua receita e valor corporativo”, diz o comunicado.

A Qualcomm declarou que o investimento será feito por etapas e a consumação da transação está sujeita às aprovações de praxe. "A expansão do nosso relacionamento com a Sharp para comercializar em conjunto novas tecnologias de exibição para telas MEMS vai ajudar as empresas no seu objetivo comum de entregar alta performance e displays de baixa potência para uma variedade de dispositivos, incluindo smartphones e tablets”, disse o vice-presidente executivo e presidente da Qualcomm, Derek Aberle, em seu comunicado.

Na semana passada, o The Wall Street Journal divulgou que a Sharp estava negociando a participação acionária na empresa com a Dell, Intel e Qualcomm para tentar equilibrar suas finanças. A fabricante japonesa vem passando por dificuldades e anunciou recentemente a previsão de aumento nas despesas de aproximadamente US$ 311 milhões devido a execução de seu programa de demissões voluntárias, parte de seus esforços para se reestruturar.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top