Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Banda larga fixa é realidade em 3,5 mil municípios brasileiros

Postado em: 05/01/2010, às 20:20 por Redação

O último ano assistiu a uma fortíssima expansão do acesso à banda larga fixa no Brasil, sob qualquer ângulo que se olhe. O número de cidades com oferta do serviço cresceu 44,8%, e hoje há 3,5 mil localidades com ADSL e cable modem (via cabo ou MMDS), disponíveis. Essa foi a conclusão da análise feita pelo Atlas Brasileiro de Telecomunicações 2010, publicado pela TELETIME e que consolida dados coletados pela Anatel e dados fornecidos pelas operadoras. O número de assinantes de banda larga também experimentou forte expansão: de 11,48 milhões no final de 2008 para 16,15 milhões no final de 2009, ou seja, um aumento de 40,6%, em um ano para o qual se projetava uma forte retração da economia. Foram 4,7 milhões de novos acessos em todo o País, incluindo acessos corporativos, pelo menos até outubro, quando as informações foram consolidadas. esses dados não incluem os acessos móveis.
Esta expansão levou a um aumento na penetração média dos serviços de banda larga fixa no país de 6,06 para 8,43 acessos por cem habitantes. As regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste apresentaram os aumentos mais expressivos. O maior crescimento regional foi no Sudeste, que saltou de 8,5 para 12,1 acessos por cem habitantes. A região Sul passou de 8,0 para 11,7 e o Centro-Oeste apresentou salto de 7,21 para 10,06 acessos por grupo de cem habitantes.
O Sudeste continua concentrando a maior parte dos assinantes do país, 61%, contra 20% da região Sul, 9% no Centro-Oeste, 8% no Nordeste e apenas 2% na região Norte.
Um dado que chama a atenção é o aumento qualitativo das conexões. Considerados apenas os acessos prestados através do SCM (Serviço de Comunicação Multimídia), que representam 84% dos acessos totais (cerca de 13,5 milhões de conexões), houve um significativo aumento dos acessos acima de 2 Mbps, que passaram de 8% do total em 2008 para 17% em 2009. Os acessos mais lentos, abaixo de 512 kbps, caíram de 51% para 43% no ano.
Concentração
Após a fusão com a Brasil Telecom, a Oi assumiu a liderança isolada no ranking das operadoras de banda larga no Brasil, com seu serviço Velox, que hoje conta com mais de 4 milhões de assinantes. Também é disparado a operadora com mais cidades em sua área de cobertura: 2,9 mil, contra 496 da Telefônica e 80 da Net Serviços, seus concorrentes mais próximos.
Até por conta desta dispersão geográfica, a Oi apresenta uma penetração muito abaixo da dos concorrentes. Enquanto Telefônica e Net têm cerca de 15% e 24% de assinantes sobre o total de domicílios cobertos, a Oi alcança apenas 11,7% de penetração.
O Atlas Brasileiro de Telecomunicações está em circulação para assinantes da revista TELETIME e também pode ser adquirido pelos telefones 0800-014-5022 ou (11) 3138-4621.

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top