Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Com padrão internacional, Santa Cruz corta 50% de gastos com erros na distribuição

Postado em: 05/01/2012, às 19:51 por Gabriela Stripoli

Com a implantação de um sistema que formata as operações em um padrão internacional, a Santa Cruz, produtora e distribuidora de parafinas, conseguiu reduzir em 50% os gastos gerados por erros na distribuição devido à má gestão de dados. Isso foi possível por meio de um projeto piloto desenvolvido pela NeoGrid, fornecedora de soluções e serviços de supply chain management, nas operações da Santa Cruz com a rede francesa Carrefour.

O projeto foi o primeiro a utilizar no Brasil o padrão da GS1, numeração de códigos de barras segue um padrão mundial definido pela organização mundial de mesmo nome, responsável pelas normas de automação. Por meio da ferramenta Datasync, a Santa Cruz unificou os registros de pedidos de seus produtos para todas as unidades da rede varejista. O primeiro impacto disso foi no controle e manejo dos dados. “Era comum perder ou interpretar dados errados em diversas planilhas impressas e do Excel”, explica a auxiliar da gestão da qualidade da Santa Cruz, Cristiane Silva. Segundo ela, com a unificação na plataforma de gerenciamento, a melhor visualização dos dados e a interpretação correta facilitam o trabalho e garantem a eliminação de erros.

Cristiane explica que um dos principais problemas eram remessas trocadas, causadas pela confusão na interpretação dos dados. Ou seja, produtos da Santa Cruz eram enviados para outras unidades do Carrefour sem necessidade, enquanto outros não eram entregues. Além do custo com logística para o recolhimento do material errado, havia a penalização pela falta da mercadoria correta para o cliente. Ests problema foi praticamente eliminado com a adoção do padrão internacional.

Isso mostra a importância da TI para a gestão eficiente dos dados. “Nosso papel é garantir que um dado emitido por uma indústria chegue ao banco de dados no padrão reconhecido mundialmente”, esclarece Luiz Gripp, gerente de marketing de operações da Neogrid. Ele explica que outra vantagem da adoção do padrão internacional é a facilidade de operação também no varejo, já que o sistema entrega à Santa Cruz os pedidos do Carrefour com clareza e objetividade, já padronizados e automatizados.

“Em resumo, o Datasync foi desenvolvido para conectar os dados de indústria e varejo, evitando erros de interpretação pela garantia de entregar e interpretar dados padronizados”, esclarece Gripp. A ideia da fornecedora é expandir o uso da ferramenta também para outras aplicações que não envolvem necessariamente indústria e varejo, como soluções internas para controle de logística, por exemplo.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top