Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Projeto de inclusão digital Casa Brasil recebe 220 propostas

Postado em: 05/09/2005, às 17:44 por Redação

O edital de licitação do Casa Brasil conduzido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no valor de R$ 10,8 milhões recebeu mais de 220 propostas de entidades que desejam receber recursos do governo federal para a construção de 90 casas que funcionarão como espaços comunitários com telecentro, sala de leitura, auditório, estúdio multimídia e laboratórios de informática e ciências. O prazo para o recebimento dos documentos das instituições interessadas se encerrou no dia 22 de agosto.

De acordo com informações da secretaria-executiva do programa, São Paulo, com 12, foi a cidade que recebeu o maior número de propostas, seguida pelo Rio de Janeiro, com 10, e Brasília com 6. A maioria das cidades, no entanto, teve apenas uma entidade interessada. Um levantamento preliminar realizado pela equipe responsável pela análise da documentação aponta que cerca de 15% das cidades contempladas pelo edital ? principalmente localizadas nas regiões Norte e Centro-Oeste ? não receberam qualquer proposta.

Segundo o assessor de inclusão digital do ITI, Edgard Piccino, essa mesma dinâmica foi observada na seleção para o projeto Pontos de Cultura do Ministério da Cultura. Para ele, essas regiões têm movimento sociais em menor quantidade e menos organizados, reduzindo o número de parceiros disponíveis.

Para atender essas cidades o Comitê Gestor do Casas Brasil deverá optar por uma segunda chamada para essas localidades, opinou Piccino. O julgamento das propostas e a divulgação final dos resultados deverão acontecer a partir da segunda quinzena de setembro, quando terá início o processo de contratação das entidades selecionadas.

O Programa Casa Brasil é considerado um dos mais ambiciosos programas de inclusão digital e social do governo federal, voltado para a população de baixa renda sem acesso individual à internet. A idéia é que em um só lugar estejam reunidos um telecentro comunitário, estúdio multimídia capaz de oferecer oficinas de gravação e tratamento de áudio e vídeo, biblioteca popular, auditório para 50 pessoas, laboratório para divulgação da ciência, além de unidades bancárias para a utilização de serviços de governo eletrônico.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top