Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Mineradora Samarco reduz consumo de combustível

Postado em: 05/12/2011, às 19:32 por Redação

A Tata Consultancy Services (TCS), empresa de tecnologia da informação do Grupo Tata, anuncia o lançamento comercial no Brasil do software chamado Virtual InduratorTM. A ferramenta destina-se à otimização do processo de endurecimento durante a pelotização de partículas de minério de ferro, uma operação considerada crucial nas indústrias de siderurgia e mineração.

A siderúrgica Essar Steel, com sede na Índia, implementou o Virtual InduratorTM em duas de suas unidades de pelotização, ajudando a otimizar a produtividade com a qualidade desejada. Recentemente, a ferramenta foi instalada pela TCS – em conjunto com a fornecedora do sistema especialista CEMI – em uma das plantas de pelotização da Samarco Mineração, companhia controlada pela brasileira Vale e pela australiana BHP Billiton. No caso da Samarco, resultados indicam uma redução no consumo de combustível da ordem de 2% a 3%.

“A adoção da ferramenta Virtual Indurator associada a um sistema especialista, agregadas às boas práticas acumuladas ao longo do tempo pela Samarco e inseridas na inteligência do sistema, proporciona atualmente à empresa um ganho importante no que diz respeito à redução do consumo de gás natural, sem diminuir a qualidade do produto final, além de outros ganhos relacionados à previsibilidade e diagnóstico do processo de pelotização”, explica Marcos Cavalcante, engenheiro da Samarco responsável pelos fornos da gerência de engenharia de processo e automação, na unidade de Ubu, município de Anchieta, no Espírito Santo.

A pelotização consiste basicamente na transformação de finos de minério de ferro em pelotas (esferas de 8 a 18 milímetros). Realizar esse processo de maneira eficiente é fundamental para o sucesso de qualquer planta de pelotização, uma vez que reduz custos de produção e eleva a produtividade. No entanto, otimizar o processo de pelotização apresenta importantes desafios, especialmente por ser uma operação complexa e de energia intensiva, com rigorosos requisitos de qualidade e normas de emissão de gases.

A ferramenta da TCS Virtual InduratorTM fornece a engenheiros de processo e a operadores das plantas um rico conjunto de informações que auxilia na maximização de produtividade do forno, na melhoria da qualidade da pelota desejável e na redução do uso do combustível utilizado. O software simula ainda o processo de endurecimento das pelotas, levando em conta as características das matérias-primas, tais como minério de ferro, carvão ou coque, calcário ou cal, bentonita ou aglomerante orgânico, juntamente com as condições operacionais e dimensões físicas da unidade industrial.

Quando instalado on-line, o software pode ser ligado a um sistema especialista que, por sua vez, conversa com o sistema de automação, no qual são inseridas, filtradas e atualizadas as informações de qualidade provenientes dos laboratórios, dados de consolidação de produção obtidos via sala de controle e, finalmente, outros parâmetros úteis de processos para otimização. A partir de então os dados são entregues para o Virtual InduratorTM e são geradas as simulações de processo. Assim que elas ocorrem, o processo inverso é feito e de forma preditiva os sistemas especialista e de automação atuam manipulando todo o processo de queima de pelotas, garantindo assim produtividade e eficiência energética do forno de endurecimento de pelotas de minério de ferro.

“Esta ferramenta de simulação foi desenvolvida pela TCS para atender às necessidades das indústrias de siderurgia e mineração. Com o Virtual InduratorTM, além de melhorar a previsibilidade do processo, conseguimos garantir produtividade dos fornos e reduzir o consumo de combustível, principalmente quando as características das matérias-primas seguem mudando com o tempo", afirma Venkataramana Runkana, cientista responsável pelo desenvolvimento da ferramenta no Laboratório de Inovação em Engenharia de Processos da Tata Consultancy Services na Índia.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top