Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

BMC prioriza estratégia de transformação digital dos clientes

Postado em: 05/12/2016, às 08:00 por Claudiney Santos

Promover a transformação digital dos clientes e apoiá-los, não só em suas estratégias de adoção de tecnologias, mas também nos objetivos de negócios. Esse um dos principais objetivos de Ricardo Fernandes, country manager da BMC Brasil, que está completou um ano frente à subsidiária da tradicional empresa provedora de software para mainframes, mercado que permanece relevante.

Esse novo objetivo foi compartilhado com clientes e parceiros durante o BMC Exchange 2017 no final do mês passado, onde além dessas discussões mostrou outras iniciativas e tendências, a partir da análise de especialistas e do compartilhamento das melhores práticas de modernização.

Ricardo Fernandes

O executivo explica que essas mudanças estão se refletindo nos últimos 5 meses de atuação, após um período de reorganização interna da subsidiaria e reformulação da área comercial e canais de vendas.

"O conceito de transformação digital vai além da entrega de serviços digitais ao cliente final. A nova era que estamos presenciando exige inovação em áreas críticas do negócio, tais como a computação em nuvem, o espaço de trabalho digital, Big Data, SecOps e gerenciamento de serviços", afirma Fernandes.

Dentro desses objetivos a empresa abriu sua plataforma para integração através de APIs e começou a oferecer seu portfólio no modelo de software as a service (SaaS) possibilitando o acesso as empresas de menor porte. A BMC conta com de 900 grandes clientes globais, 82% delas da lista das 500 Maiores empresas da revista Fortune, com nomes como Vodafone, Bank of America, BMW, SAP, Verizon, First Data.

Plataforma aberta

Um exemplo é plataforma de integração MyIT, cujo funcionamento é semelhante a um markeplace, que dobra o numero de subscrições a cada ano, devendo chegar a 11 milhões de assinantes.

O BMC Discovery também está se tornando uma plataforma mais aberta para integrar-se a outros sistemas, ao mesmo tempo em que sua segurança e eficiência são ampliadas. Por meio de uma API estilo RESTful, disponibiliza uma plataforma aberta, permitindo que outros sistemas se utilizem dos dados e direcionem a configuração da detecção. Esta nova versão também conta com a melhora no tempo de retorno do investimento e a segurança, o que potencializa a integração contínua com a solução de segurança CyberArk Privileged Account, para gerenciar e garantir o acesso privilegiado a ambientes verificados.

Para as companhias que buscam mais agilidade e eficiência, mas que não sabem como organizar a quantidade crescente de sistemas, aplicativos, dispositivos e dados em suas redes, a solução BMC Discovery v11. 1 permite que sistemas de terceiros acionem atualizações de modelo ou verificações de endpoint, como reação a mudanças na infraestrutura ou no software. Este pode ser ainda integrado e configurável em uma base de eventos, que monitora os VMware vCenters descobertos e busca aqueles que representam mudanças nas máquinas virtuais à medida que ocorrem.

Novos avanços do BMC Discovery v11.1 também estão disponíveis, como o login único pelas soluções de gerenciamento de serviço digital Remedy suíte da BMC e a solução de mapeamento de aplicativos "Start Anywhere" do BMC Discovery, que agora inclui novos recursos para agilizar e simplificar a modelagem dos aplicativos de negócios

BMC Exchange 2017

Durante o BMC Exchange 2017 a Caixa Econômica Federal foi escolhida como "empresa inovadora na era digital" , que implementou a solução ITSM de gerenciamento de serviços de TI. Os principais objetivos com a implementação eram integrar áreas e processos; garantir boas práticas de mercado, redefinir papéis e responsabilidades, assegurar conformidade e atendimento aos clientes. Atualmente, a Caixa trata de 850 mil requisições de serviços por mês, entre negócios, habitação e cartões. Também realiza mais de 40 mil atendimentos a todos os terminais espalhados pelo Brasil dentro das casas lotéricas. Para ser ter uma ideia, ela gerencia 31 mil salas de autoatendimento, 11.600 correspondentes Caixa Aqui, 4 milhões de usuários cadastrados utilizando os sistemas da caixa, 13.100 lotéricas, 4.200 agências e 85 milhões de clientes.

O processo de transformação digital na Caixa envolveu cerca de 10 mil funcionários e teve como maior desafio a mudança organizacional. Entre os benefícios alcançados com a solução estão a estabilidade do ambiente e agilidade nos serviços.

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top