Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Gartner aponta que mercado de PCs, portáteis e celulares ficará estável até 2018

Postado em: 06/01/2017, às 18:19 por Redação

O Gartner aponta que as vendas globais combinadas de PCs, tablets, ultraportáteis e celulares ficarão estáveis em 2017. As remessas mundiais desses dispositivos são estimadas em um total de 2,3 bilhões de unidades para este ano, mesmo número de 2016.

Aproximadamente 7 bilhões de telefones, tablets e PCs estavam em uso no mundo até o final de 2016. O Gartner, no entanto, não espera nenhum crescimento nas vendas de dispositivos tradicionais até 2018, quando um pequeno aumento nas remessas de ultraportáteis e celulares é previsto. "O mercado global de dispositivos está estagnado. As vendas de celulares só estão crescendo nas regiões emergentes da Ásia/Pacífico. O setor de PCs está na pior fase de seu declínio", diz Ranjit Atwal, diretor de Pesquisas do Gartner.

"Assim como a queda no aumento de remessas para dispositivos tradicionais, os preços médios de vendas também estão começando a estagnar por causa da saturação do mercado e de um desenvolvimento reduzido da inovação", afirma Atwal. "Os consumidores têm menos motivos para fazer upgrades ou comprar aparelhos tradicionais. Eles buscam experiências e aplicativos novos em categorias crescentes, como Head Mounted Displays (HMDs, modelos de display usados na cabeça), Virtual Personal Assistant (VPA, assistente pessoal virtual), alto-falantes e dispositivos vestíveis."

O conflitante setor de PCs se beneficiará com um ciclo de substituição no final deste período de projeções, voltando a crescer em 2018. Cada vez mais, funcionalidades e preços atrativos de ultraportáteis atrairão compradores enquanto as vendas dos PCs tradicionais continuam a cair. O segmento de celulares também será favorecido com as trocas. No entanto, há uma diferença entre os mercados consolidados e em desenvolvimento. "As pessoas que estão em países emergentes ainda enxergam os smartphones como seus dispositivos principais de computação e os substituem com mais frequência do que os consumidores de mercados consolidados", afirma o diretor.

Os fornecedores de dispositivos tentam entrar gradativamente nas categorias de rápido crescimento de aparelhos emergentes. "Isso exige uma mudança na estratégia focada em hardware para um enfoque mais rico em serviços de valor agregado. Conforme as abordagens lideradas por esse tipo de solução se tornam ainda mais cruciais, os fornecedores de hardware terão que criar parcerias com os de serviços, já que eles não têm experiência nesse tipo de oferta ", afirma Atwal.

Remessa mundial de dispositivos por tipo – 2016-2019 (milhões de unidades) – clique na imagem para ampliar

 

Observação: A categoria Ultraportáteis (Premium) inclui dispositivos com produtos como o Windows 10 Intel x86 da Microsoft e MacBook Air da Apple. A categoria Ultraportáteis (Básicos e Utilitários) inclui dispositivos como iPad, iPad mini, Samsung Galaxy Tab S2, Amazon Fire HD, Lenovo Yoga Tab 3 e Acer Iconia One. Fonte: Gartner (Janeiro de 2017).

Tags: , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top