Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

BT faz oferta de 60 milhões de euros a empresa francesa de TI

Postado em: 06/08/2007, às 21:56 por Redação

BT Global Services pretende reforçar a sua unidade de serviços corporativos de TI e telecomunicações na França com a aquisição de empresas. E o primeiro alvo da empresa foi a oferta de 60 milhões de euros (o equivalente a US$ 82,7 milhões) feita pela divisão de comunicação e sistema de TI da CS Communication & Systèmes, segundo notícia publicada pelo jornal britânico Financial Times.

Esta deve ser a última de uma série de aquisições da BT Global Services, cuja estratégia é se transformar na principal impulsionadora do crescimento do grupo britânico no mercado internacional. Nos últimos três anos, os negócios da empresa tiveram grande parte da receita proveniente dos mercados asiático, norte-americano, europeu e latino-americano.

Na Europa, a mais importante região para o grupo, a British Telecom é uma das principais operadoras na Alemanha, Itália e na Espanha. Entretanto, tem uma presença extremamente simples no mercado francês e o negócio com a CS Communication, caso se concretize, irá mais que dobrar o número de funcionários da empresa naquele país ? atualmente a BT emprega 900 pessoas na Franca e a CS, 1,4 mil funcionários.

A BT diz que fez uma oferta em dinheiro pela empresa superior a 60 milhões de euros. Em 2006, a CS Communication obteve receita líquida de 138 milhões de euros, o que representou uma perda operacional de 1,2 milhão de euros. BT Global Services, por seu lado, registrou receita de 257 milhões de euros na França, 14% a mais que o previsto para o ano.

A consultoria e empresa de pesquisa Ovum estima que, com a aquisição da CS Communication, a BT deve aumentar sua receita na França para 400 milhões de euros. Segundo ela, o preço proposto pela BT de 60 milhões de euros é ?bastante razoável? e vai possibilitar que ela amplie sua influência no mercado francês. Mas, para isso, observa a Ovum, ela terá de demonstrar capacidade de realizar o ?turn around? da operação.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top