Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Sibratec destinará R$ 40 milhões para formação de redes

Postado em: 06/08/2008, às 19:30 por Redação

O Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) lançou duas chamadas públicas para selecionar as instituições que integrarão as Redes de Extensão Tecnológica e as Redes de Prestação de Serviços Tecnológicos do Sistema Brasileiro de Tecnologia (Sibratec). O FNDCT vai destinar R$ 40 milhões em recursos não-reembolsáveis, co parte dos fundos setoriais.

O objetivo geral das Redes de Extensão Tecnológica, foco da primeira chamada pública, é promover a assistência técnica especializada ao processo de inovação, em todos os seus aspectos, por meio de arranjos de instituições para, entre outras coisas, ampliar e facilitar o acesso das micro, pequenas e médias empresas (MPEs) às informações disponíveis nos institutos de pesquisa tecnológica (IPTs) e nas instituições científicas e tecnológicas (ICTs). Unidades móveis voltadas para a melhoria de processos produtivos e assessoria para adaptação de produtos de MPMEs com vistas à exportação são alguns dos tipos de atendimento contemplados.

Na primeira fase, a instituição apresentará uma proposta preliminar, até o dia 28 deste mês. Na segunda fase, quem tiver a proposta preliminar selecionada estará habilitado a apresentar o projeto completo de implantação ou consolidação da rede, até 22 de outubro. Serão avaliados projetos com valor mínimo de R$ 1 milhão e máximo de R$ 3 milhões.

Já a segunda chamada tem por objetivo selecionar instituições para posteriormente integrarem as Redes de Prestação de Serviços Tecnológicos. As selecionadas serão convocadas para se estruturarem sob a coordenação da Finep e do Ministério da Ciência e Tecnologia. O objetivo geral das Redes de Serviços Tecnológicos é apoiar prioritariamente as MPEs quanto à prestação de serviços de metrologia, normalização e avaliação de conformidade visando à superação de exigências técnicas para o acesso a mercados, assim como para atender demandas estratégicas do país.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top