Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Holanda investiga ataque hacker a sites do governo

Postado em: 06/09/2011, às 14:39 por Redação

O governo da Holanda divulgou nesta terça-feira, 6, que está investigando um suposto ataque hacker ao site federal para verificar se dados dos cidadãos, que incluem declarações de impostos on-line, foram furtados. A Agência de Proteção de Dados da Holanda (OPTA) entrou com um pedido para que a empresa responsável pela segurança na web do governo, a DigiNotar, informe se houve danos a certificados digitais registrados por ela. Esses documentos garantem a autenticidade de usuários nos sistemas do governo, que teria sido a brecha para a invasão.

O escândalo na Holanda, um dos países mais avançados em tecnologias digitais da Europa, veio à tona na semana passada, quando a DigiNotar admitiu que diversos de seus certificados SSL (que comprovam a autenticidade de que o site que você está visitando é realmente de quem você pensa ser) haviam sido roubados em julho. Esta semana, uma investigação independente do governo revelou que a fraude foi registrada a partir de um computador no Irã.

A brecha parece ter relação com uma falha evidenciada pelo Google na última semana. O blog oficial de segurança do site de buscas afirma que diversos usuários do Irã foram alvos de hackers que usam um certificado fraudulento da DigiNotar. Com isso, um hacker pode tomar a identidade de usuários para ter acesso a informações sigilosas.
Enquanto isso, alguns especialistas de segurança especulam que o governo iraniano pode ter orquestrado a fraude virtual, a fim de controlar via internet o paradeiro de dissidentes.

O ministro Piethain Donner afirmou ao parlamento holandês que o governo não tem, até agora, evidências de que hackers teriam de fato roubado certificados e dados pessoais de sites oficiais. Donner está revendo os procedimentos do governo para contratos com uso do certificado SSL para tentar encontrar como uma invasão teria corrido, além de prevenir futuros ataques. A Vasco Data Security, fornecedora de produtos de autenticação para o setor financeiro e que também atua no Brasil, a qual a DigiNotar faz parte, afirmou em nota oficial que está cooperando com a investigação.

As relações entre a Holanda e o Irã tem sido turbulentas. No início do ano, mesmo com pressões do governo holandês, o Irã condenou à forca uma holandesa com cidadania iraniana acusada de envolvimento com tráfico de drogas. A pena foi aplicada. Em abril, um iraniano que estava sendo extraditado a seu país de origem pôs fogo em seu próprio corpo e morreu em Amsterdã. A embaixada iraniana em Haia criticou veementemente as autoridades locais pelo incidente.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top