Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Setor de TI deve ser primeiro a retomar aberturas de capital

Postado em: 06/11/2009, às 14:33 por Victor Hugo Cardoso Alves

Depois de quase um ano de paralisação do mercado para novas ofertas públicas de ações (IPO, na sigla em inglês) devido à crise financeira global, o setor de tecnologia deverá ser o primeiro a reabrir a temporada de aberturas de capital. Pesquisa realizada pela consultoria Ernst & Young, com 300 investidores de 34 países, entre eles o Brasil, revela que 49% dos entrevistados citam a indústria de TI como a que primeiro retomará os IPOs. De acordo com o estudo, em segundo lugar entre os setores que devem voltar a abrir o capital está o de serviços financeiros, apontado por 43% dos investidores.
Na distribuição por regiões geográficas, o relatório da consultoria mostra que o Brasil é indicado entre os três países nos quais os IPOs voltarão a ocorrer mais rapidamente, principalmente com o fim da fase mais aguda da crise. O país aparece em segundo lugar no estudo – citado por 57% dos investidores – como o que deve recuperar primeiro as aberturas de capital, empatado com a Índia e perdendo apenas para China, citada por 75% dos entrevistados.
A Ernst & Young quis saber se os investidores irão aumentar a quantia aplicada e em que prazo. O resultado é que 60% disseram que pretendem elevar os investimentos em IPOs no Brasil, nos próximos 12 a 18 meses, enquanto 64% declararam que irão aumentar os recursos em IPOs na China, também nos próximos 12 a 18 meses. O Brasil, porém, ficou à frente do Japão e dos Estados Unidos, que obtiveram índice de 57% e 56%, respectivamente.
Já em relação ao porte das companhias no Brasil que realizarão oferta inicial de ações, o estudo apurou que 47% dos entrevistados avaliam que serão grandes corporações, enquanto 38% acreditam que serão médias empresas.
Especialistas em mercado de capitais ouvidos pela reportagem de TI INSIDE Online lembram, no entanto, que a maior parte das ofertas anunciadas neste ano foi de empresas que já estão na bolsa. Eles avaliam também que o mercado de capitais só deve decolar a partir do primeiro trimestre de 2010.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top