Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lucro da Bematech tem alta de quase 60% no terceiro trimestre

Postado em: 06/11/2012, às 19:16 por Redação

A Bematech, fornecedora de soluções de tecnologia para o varejo e setor hoteleiro, encerrou o terceiro trimestre deste ano com um crescimento no lucro líquido de 59,4%, para R$ 9,7 milhões, e de 20,4% na receita, que totalizou R$ 86,3 milhões. Como resultado do aumento da receita, a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) teve expansão de 172,9% em relação ao alcançado no terceiro trimestre de 2011, totalizando R$ 18,4 milhões. A margem Ebitda ajustada foi de 21,3%, um aumento de 11,9 pontos percentuais na comparação trimestral anual. Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) no trimestre totalizaram R$ 2,7 milhões, correspondente a 3,1% da receita líquida.

A Bematech registrou crescimento em todos os seus setores de atuação — equipamentos (hardware), sistemas de gestão (software) e serviços. O maior crescimento, no entanto, foi em equipamentos, que manteve o bom desempenho do trimestre anterior. A receita líquida neste segmento cresceu 24,3% em relação ao terceiro trimestre de 2011, atingindo R$ 53 milhões. O resultado, de acordo com o diretor-presidente da Bematech, Cleber Morais, é reflexo do sucesso do programa de canais Bematech Mais, bem como do desempenho dos negócios no mercado corporativo, impulsionados pelas vendas de soluções para novos clientes.

Em software, apesar de a unidade passar por um momento de investimentos para aumentar a sinergia entre os produtos e buscar atualizações tecnológicas e fiscais, a receita líquida chegou a R$ 24,4 milhões. Quando comparada ao mesmo período do ano anterior, o crescimento foi de 20,4%.

Já a unidade de serviços manteve o patamar de receita líquida dos últimos trimestres, alcançando R$ 8,9 milhões. De acordo com Morais, houve uma mudança muito forte na área de serviços, que busco priorizar a rentabilidade, o que, segundo ele, possibilitou que alcançasse uma margem bruta de 20,3%, ante 5,7% no terceiro trimestre de 2011.

O destaque no período foi a assinatura do contrato com credenciadora de cartões americana Elavon — concorrente da Cielo e da Redecard. A parceria prevê a oferta da solução BemaTEF já com o software de captura da Elavon instalado. Morais explica que as receitas da credenciadora com clientes conquistados pela Bematech serão partilhadas entre as companhias. Segundo ele, a área internacional também continua contribuindo com os resultados. As parcerias com desenvolvedores de software nos EUA têm incentivado as vendas naquele mercado.

O presidente da Bematech atribui aumento no lucro ao crescimento das vendas associado a um trabalho de reestruturação, implantado desde o ano passado, que incluiu integração das empresas adquiridas, contenção de despesas, reforço na equipe de funcionários através de contratações e promoções, além do fortalecimento da relação com os distribuidores e revendas. Isso, segundo Morais, contribuiu também para que o saldo de caixa da companhia chegasse ao fim de setembro totalizando R$ 43,7 milhões, ante R$ 30,9 milhões registrados em junho.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top