Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Boa Vista Serviços lança plataforma para atuar no cadastro positivo

Postado em: 06/12/2011, às 14:58 por Redação

A Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), anunciou nesta terça-feira, 6, o lançamento da Rede Verde-Amarela, uma plataforma de compartilhamento de informações comerciais de pessoas físicas que envolvem milhares de entidades representativas do comércio em todo o Brasil. O modelo de coleta e processamento de informações incorpora um banco de dados com mais de 350 milhões de informações comerciais sobre empresas e 42 milhões de registros de transações, atendendo a 1,25 milhão de clientes diretos e indiretos com mais de 7 milhões de consultas por dia, o que confere à empresa cerca de 40% de participação de mercado no setor.  

A Rede Verde-Amarela possui uma ferramenta de colaboração, serviços e interatividade pela internet e servira para que os clientes, tanto consumidor final quanto empresas varejistas, possam se aculturar no uso do cadastro positivo, que foi aprovado em meados deste ano e aguarda algumas regulamentações para iniciar uma nova etapa do mercado de informações para concessão de crédito. O sistema baseado na web para acesso dos parceiros irá incluir uma série de informações, índices, tendências, tutoriais etc. Para o usuário final, ainda está sendo estabelecido um modelo de acesso que preveja uma autenticação forte.

Segundo Dorival Dourado, presidente da Boa Vista Serviços, é uma evolução, por exemplo, em relação à prática até agora adotada de alimentar o sistema apenas com as restrições do CPF. O novo modelo deixa de lado o sentido de exclusão para privilegiar a inclusão. "A captura de apontamentos, o processamento dos dados e a inteligência do sistema irão considerar informações de adimplência de pagamentos e não somente o famoso nome sujo", explica. Isso, na opinião dele, é relevante para o consumidor, que passa a ser reconhecido por sua pontualidade e cumprimento das obrigações creditícias, e de grande valia para as empresas que analisam e concedem crédito. "O cadastro positivo oferece amplas oportunidades, que cada rede varejista, instituição financeira ou indústria pode aproveitar conforme suas estratégias de negócio", acrescenta.

Com a participação inicial de mais de 2,2 mil associações comerciais, clubes de diretores lojistas, sindicatos varejistas e outras entidades, a Rede Verde-Amarela apresenta uma capilaridade que abrange 100% dos municípios brasileiros, de metrópoles como São Paulo ou Rio de Janeiro a localidades menores como São José do Jacuri, em Minas Gerais, ou Nordestina, na Bahia. Mas a ideia é que a rede continue sendo expandida. Nos próximos dias deverão ser assinados os contratos de adesão de mais duas entidades altamente representativas, uma de âmbito nacional e outra estadual. Além disso, espera-se pelo menos uma nova adesão por semana nos primeiros meses imediatamente após o lançamento.

Dourado explica que no primeiro ano de fundação da empresa foram investidos R$ 250 milhões em tecnologia, infraestrurura e rede de distribuição, sendo que em 2012 já estão aprovados mais R$ 300 milhões. A Boa Vista Serviços está completando um ano de atividades esse mês e é resultado da fusão entre o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), da Associação Comercial de São Paulo, que continua majoritária, com 60% do capital, o fundo de investimentos TMG, com 20%, a Associação Comercial do Paraná, o Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro e o Clube de Diretores Lojistas de Porto Alegre, que, juntos, detêm 5% de participação na empresa. A norte-americana Equifax, cuja operação brasileira foi incorporada pela Boa Vista neste ano, tem 15% de participação societária.

"A Rede Verde Amarela representa uma evolução em todos os sentidos porque garante mais benefícios a todos os participantes", ressalta Dourado, acrescentando que inovação é uma estratégia-chave para desenvolvimento de negócios da Boa Vista, que só neste ano lançou 35 novos produtos como, por exemplo, uma solução para gestão de crédito para dispositivos móveis, como o iPhone e iPad da Apple. "É um sistema com funções completas, não apenas para ser apertar sim ou não. No começo do ano teremos versões para BlackBerry e Android", completa.

Para as entidades participantes, a Rede Verde Amarela é uma evolução na forma de relacionamento e atendimento. O modelo operacional estabelecido potencializa o trabalho local desenvolvido pelas entidades, aproveitando seu conhecimento e vivência nas comunidades onde estão presentes. "Nossos gerentes de negócios foram treinados para ouvir a necessidade dos clientes e customizar uma solução que melhor se aplique aos seus negócios", finaliza o executivo.

Tags: ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top