Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Laptops educacionais começam a ser entregues neste mês

Postado em: 07/01/2010, às 18:00 por Redação

Os laptops do programa Um Computador por Aluno (UCA) do governo federal devem finalmente chegar às escolas públicas neste ano. A expectativa é que os 150 mil notebooks adquiridos pelo MEC comecem a ser entregues a 300 escolas a partir do fim deste mês e já estejam instalados até início do ano letivo.
A licitação foi vencida pela Digibras, empresa ligada ao grupo CCE. Segundo o assessor do gabinete de inclusão digital da Presidência da República, José Luiz de Aquino, não há mais possibilidade de recursos à Comsat, a não ser por meios jurídicos. A Comsat incialmente foi a vencedora do pregão no quesito preço, mas seus equipamentos não foram aprovados no teste de aderência e a empresa foi desclassificado. Depois, no ato da confirmação da vitória da Digibras, a Comsat ameçou entrar com recurso, o que não foi feito dentro do prazo previsto no edital.
De acordo com Aquino, as escolas vão começar a receber os computadores à medida que forem cumpridos dois pré-requisitos: a capacitação de professores para trabalhar com os computadores portáteis e a instalação de uma rede de internet sem fio.
Cada secretaria estadual indicou duas escolas da sua rede para receberem os laptops. O restante dos computadores serão entregues a colégios municipais que foram selecionados pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Hoje, o UCA está sendo testado em cinco escolas nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e do Tocantins, além do Distrito Federal.
Aquino afirma que o governo estuda agora uma forma de facilitar a compra de laptops para estados e municípios que não estão incluídos no projeto. Em dezembro uma medida provisória garantiu a desoneração total de computadores para uso escolar.
O próximo passo será a realização de um pregão nacional, coordenado pelo MEC, para que estados e municípios possam adquirir esses equipamentos a um preço menor. Para isso, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai abrir uma linha de financiamento no valor R$ 650 milhões. No pregão, a meta é comprar laptops educacionais por preços entre R$ 500 e R$ 450, o que resultaria na aquisição de 1,3 a 1,4 milhão de máquinas. Com informações da Agência Brasil.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top