Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Grupo da RNP apresenta piloto de gerenciamento de vídeo digital

Postado em: 07/08/2007, às 21:26 por Redação

O Grupo de Trabalho de Gerência de Vídeo 2 da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) está prestes a encerrar os projetos aprovados no ano passado. O grupo desenvolveu um sistema piloto para gerenciamento da rede de vídeo digital da entidade.

Criado em 2002, o Programa Grupos de Trabalho da RNP tem como objetivo a criação de projetos colaborativos entre a RNP e grupos de pesquisa nacionais que demonstrem a viabilidade de uso de novos protocolos, serviços e aplicações de redes de computadores.

No período 2006-2007, além da proposta do GT Gerência de Vídeo, seis outros grupos tiveram projetos aprovados. Junto com a equipe do Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (Larc) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), o GT desenvolveu uma plataforma piloto para auxílio no gerenciamento e no monitoramento de distribuição de mídias.

Esse sistema pode ser útil para otimizar recursos, centralizar ações de gerência e viabilizar a ampliação da rede de vídeo digital em operação atualmente na RNP. Ela é composta por sete refletores que estão distribuídos sobre a rede Ipê e são administrados a distância. A rede tem viabilizado, em pequena escala, a transmissão de eventos ao vivo e a participação da RNP na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, quando são disponibilizados vídeos acadêmicos via internet.

O gerenciamento dos recursos da rede de vídeo digital é realizado de forma ainda pouco integrada. A expansão da capacidade de armazenamento e a melhoria de funcionamento são necessidades que podem se beneficiar da implementação do piloto desenvolvido pelo GT.

A RNP faz questão de frisar que a plataforma desenvolvida é um projeto piloto e ainda não foi integrada ao portal de vídeo digital da entidade, ao contrário do que tem sido noticiado pela imprensa. Segundo ela, os projetos de caráter experimental que os GTs desenvolvem podem ou não se tornar serviços para toda a comunidade de usuários da RNP.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top