Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Venda de títulos de dívida do Twitter deve inviabilizar a sua compra no curto prazo

Postado em: 07/11/2014, às 19:17 por Redação

A venda de títulos de dívida conversíveis em ações do Twitter, que levantou US$ 1,8 bilhão com a operação em setembro passado, deve inviabilizar, ao menos por ora, a venda rápida da empresa, conforme se especulou no mercado nos últimos meses.

Em documento protocolado nesta sexta-feira, 7, na Securities and Exchange Commission (SEC), órgão que regula as empresas cotadas em bolsa nos Estados Unidos, o Twitter disse que a venda de títulos conversíveis em ações "poderá dissuadir ou impedir um terceiro de nos adquirir, mesmo no caso da aquisição ser favorável aos nossos acionistas ou detentores papéis da empresa". "Os detentores de bonds [da rede de microblogs] podem exigir a recompra de suas participações, se algo der errado, mas o Twitter pode não concordar para ser vendido, a menos que o adquirente assuma a responsabilidade", completa no comuncado.

A rede de microblogs, com sede em São Francisco, na Califórnia, vendeu os bonds conversíveis em ações em duas partes de US$ 900 milhões, uma com vencimento em cinco anos e a outra, em sete, conforme um documento regulatório apresentado à época. O Twitter vendeu títulos da dívida em condições favoráveis, em razão de uma solicitação feita ao Conselho de Administração pelo de novo diretor financeiro (CFO), Anthony Noto, segundo uma pessoa familiarizada com o assunto disse à Bloomberg News.

Procurado pela agência de notícias, o Twitter não respondeu ao pedido para comentar o assunto.

O Twitter celebrou o primeiro aniversário da sua oferta pública inicial de ações (IPO) nesta sexta-feira, às voltas com mudanças na gestão e questionamentos dos investidores sobre a estratégia da empresa. Apesar do sucesso estrondoso da abertura de capital, quando a empresa levantou US$ 1,82 bilhão, o crescimento de usuários desacelerou e as perdas aumentaram, mesmo diante do fato de a receita com publicidade online ter disparado. CEO Dick Costolo mudou muitos executivos do alto escalão, demitindo, inclusive, o diretor de operações e nomeado um novo chefe de produto.

As ações do Twitter caíram 1,47% nesta sexta-feira, para US$ 40,23, no fechamento da bolsa eletrônica Nasdaq . Neste ano, os papéis da empresa caíram 36% até agora.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top