Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Gafisa obtém aumento de velocidade de conectividade do data center

Postado em: 07/12/2009, às 16:16 por Redação

BUSINESS CASE / Aprimoração
A Gafisa, uma maiores construtoras e incorporadoras do País, é uma das mais novas usuárias da tecnologia Cisco. As soluções aplicadas na sede da companhia (São Paulo) foram as de switch core e firewall. Mesmo com pouco tempo de implementação a construtora registrou aumentos de velocidade de conectividade do data center.
Essa tecnologia, segundo Marco Cardoso, CIO da construtora, "possibilitou redução do número de equipamentos com ganhos sensíveis em simplificação no gerenciamento dos firewalls e estabilização do ambiente de firewalls e rede interna. Além disso, rapidamente atingimos 99% de estabilidade".
Exemplificando os ganhos, Flávio Rodrigues, coordenador de infraestrutura da empresa, afirma que "a migração do switch core mudou a velocidade da conectividade de rede de todo o Data Center, elevando-a de 100Mbits para 1Gigabit". Ainda como benefício, Rodrigues cita a aquisição dos módulos IPS (prevenção a intrusões) integrados fisicamente aos firewalls Cisco ASA. A solução anterior, explica, "era freeware e descentralizada".
"A solução Cisco dispõe de ferramentas com reports gráficos sobre as ações preventivas tomadas por este módulo de segurança, beneficiando essas análises rotineiras (previstas inclusive em nossa matriz SOX) de responsabilidade da área de SI", diz.
A isso se soma topologia simplificada, com poucos equipamentos. 2 Cisco ASA (Failover) fazem a função de mais de 10 firewalls de tecnologias diversas, descentralizados e que faziam as vezes de roteamento interno. Eles se somam ao Switch Core, que responde pela interligação dos servidores e dos equipamentos da rede. "Com isso, ganhamos segurança pela proteção da rede interna em sua interface com redes externas", comemora o coordenador de infraestrutura.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top