Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Vendas online do Surface da Microsoft surpreendem em outubro e superam as do iPad

Postado em: 07/12/2015, às 19:38 por Redação

As vendas do tablet Surface da Microsoft surpreenderam em outubro. A receita obtida pela empresa com as vendas online do equipamento no mês superou a do iPad, da Apple, de acordo com uma pesquisa da 1010data, empresa que reúne informações de milhões de consumidores nos EUA que compram pela internet. Segundo o levantamento, a Microsoft ficou com 45% das vendas online de tablets, ante 17% da Apple.

Desde julho, a receita com a venda online de tablets tem aumentado significativamente, passando de uma média mensal de US$ 145 milhões no primeiro semestre deste ano para US$ 205 milhões no segundo semestre, diz a pesquisa.

O salto da receita, segundo a 1010data, se deve a duas coisas. A primeira delas é que a Microsoft está conseguindo trabalhar com um preço médio mais elevado para as várias versões do Surface. O preço médio do dispositivo da Microsoft, em outubro, foi de US$ 844, contra US$ 392 do iPad.

A segunda razão, de acordo com a 1010data, decorre do fato de a Microsoft ter lançado uma autêntica enxurrada de produtos neste ano, incluindo o Surface Pro 3, em junho, o iPad Mini 4, em setembro, e o Surface Pro 4 e o Surface Book, em outubro. Este último, que é considerado um computador portátil, foi classificado como tablet para a pesquisa devido à sua tela sensível ao toque (touchscreen) e teclado destacável. O levantamento incluiu também outros híbridos de PC e tablet do mercado, como o Lenovo Yoga 3 Pro.

Sem incluir os chamados laplets, as vendas de tablets teriam ficado estáveis ou mesmo em queda. Nos últimos 12 meses, os laplets representaram 16% das vendas de tablets.

A 1010data diz que as vendas online representam apenas uma fatia das vendas totais, pois não incluem as vendas do varejo físico, as vendas para o mercado corporativo nem tampouco as vendas de aparelhos comprados em grandes quantidades, no atacado. De todo modo, a consultoria salienta que as vendas online são um bom indicador do sucesso da estratégia da Microsoft para o Surface.

Contudo, a gigante do software ainda terá um longo caminho pela frente até conseguir bater o iPad e assumir a liderança no mercado. A previsão da 1010data para este ano é que a Apple fique com 34% de participação no mercado de tablets, em receita, considerando apenas as vendas online, enquanto a Microsoft deve abocanhar uma fatia de 19% do mercado.

Tags: , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top