Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Receita da Datasul supera 34%, mas lucro evolui pouco

Postado em: 08/11/2007, às 20:55 por Redação

A Datasul registrou lucro líquido de R$ 9,8 milhões no terceiro trimestre do ano, cifra 7,6% maior que a apurada no mesmo período do ano anterior. O resultado é ajustado pelo ágio das aquisições, de modo a refletir o curso normal das operações.

A fabricante de softwares de gestão empresarial encerrou o trimestre com receita operacional líquida de R$ 56,2 milhões, contra R$ 41,8 milhões em igual intervalo de 2006, o que representa um crescimento de 34,5%. Na composição da receita total, o relatório do balanço destaca a receita com licenças de uso, que totalizou R$ 11,8 milhões e apresentou um incremento de 55% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações) foi de R$ 12,2 milhões no trimestre, cifra 16,3% superior à apurada um ano antes. A margem Ebitda, de acordo com o informe de resultados distribuído nesta quinta-feira (8/11) pela empresa, continua impactada pelos investimentos que a companhia tem realizado continuamente e, também, pela consolidação das empresas adquiridas.

Nos primeiros nove meses do ano, a Datasul comprou a Próxima, empresa desenvolvedora de softwares para agroindústria, a Ilog, especializada no desenvolvimento de soluções de e-learning, além de 80% do capital da YMF Arquitetura Financeira de Negócios. Também foram adquiridas a Soft Team Consultoria e Informática, especializada nas áreas fiscal, tributária e de auditoria, e a Meya Argentina e Brasil, empresas que atuam no desenvolvimento de sistemas de gestão empresarial e na prestação de serviços de manutenção e consultoria de implantação de softwares.

No total das receitas, a companhia obteve um significativo crescimento na linha de outros serviços, de 140%, puxado principalmente pelas aquisições. Outro destaque foi a operação focada no chamado small business. Essa linha representou aproximadamente 7% das novas vendas de licenças de uso do período. "Nosso crescimento orgânico segue consistente e de acordo com o que sinalizamos ao mercado, tendo atingido 19% neste trimestre", afirma Jorge Steffens, CEO da Datasul.

A base de clientes da companhia chegou a 3.053 em setembro, um aumento de 23,6% em relação ao terceiro trimestre em 2006. Na operação internacional, a Datasul já soma 156 clientes, o que representou um crescimento 24,8% sobre igual período do ano passado.

Com o resultado do período, a Datasul reafirma suas expectativas de receita operacional líquida para 2007, que deverá se situar na faixa entre R$ 215 milhões e R$ 225 milhões, com Ebitda da ordem de R$ 49 milhões a R$ 53 milhões.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top