Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

TVs conectadas e dispositivos móveis não são mais separados pelos sistemas operacionais

Postado em: 09/01/2012, às 19:22 por Samuel Possebon, de Las Vegas

No universo das TVs conectadas, o CES 2012, principal evento mundial de eletrônica de consumo que acontece esta semana, em Las Vegas, está reforçando as tendências dos últimos anos, com crescentes demonstrações de telas mais finas (agora com tecnologia OLED, como a anunciada este ano pela LG. A novidade fica pelo fim da linha que divide o mundo dos tablets e dos televisores. Muitos fabricantes começam a demonstrar televisores com capacidade de resposta ao toque, e, mais importante, começam a aparecer televisores com sistemas operacionais similares ao de dispositivos móveis, como foi um modelo da Lenovo com Android 4.0 (Icecream Sandwich) e processadores Qualcomm Snapdragon (até então típico de smartphones e tablets). O anúncio é importante porque de alguma forma antecipa as expectativas de que a Apple, em algum momento, venha a integrar o seu iOS a televisores e monitores.

Mas a LG também ampliou a oferta de televisores conectadas com capacidade para HTML 5 e Flash, o que abre maiores possibilidade de aplicativos desenvolvidos para o universo móvel rodarem no televisor, e até mesmo a implementação do Linux Ubuntu com o anúncio do desenvolvimento de uma plataforma para TV, o Ubuntu TV. O Linux puro como sistema operacional para dispositivos móveis, contudo, não tem espaço destacado, ainda que seu código esteja por traz do Android e do iOS.

A Samsung também anunciou uma TV OLED gigante de 55 polegadas e a novidade é que seus televisores agora virão com câmera, microfone e sensor de movimento e reconhecimento facial integrados, além de 3D e conectividade plena.

Do ponto de vista do conteúdo, as novidades ficaram por conta de uma app store para TVs conectadas lançada pela Opera e da integração do Google TV aos novos televisores da LG, o que muitos analistas apostam que seja um prenúncio de outros anúncios semelhantes que devem acontecer esta semana ou, possivelmente, nos próximos meses. O Google apostou, inicialmente, em um set-top box próprio para emplacar o Gogle TV, mas a experiência foi um fracasso.

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top