Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Audiência avalia tecnologias de combate à corrupção

Postado em: 09/07/2007, às 23:14 por Redação

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática realiza nesta quinta-feira, 12/7, uma audiência pública para discutir o uso de novas tecnologias no combate à corrupção e ao crime organizado.

Entre os convidados para debater o assunto estão o primeiro-secretário da Câmara, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), e o diretor-geral da empresa Tempo Real Tecnologias de Informação, Glauco Guimarães.

O deputado Jorginho Maluly (DEM-SP), autor do requerimento para realização dessa audiência, sugeriu que fossem ouvidos tanto representantes de quem detém o conhecimento como de quem usou essas tecnologias.

Assim, explica Maluly, o deputado Osmar Serraglio poderá relatar sua experiência como usuário dessas tecnologias na CPMI dos Correios, da qual foi relator.

Já a empresa Tempo Real é responsável pelo sistema tecnológico de investigação denominado i.2, usado por diversos órgãos governamentais.

Também foram convidados para discutir o assunto:
o ministro do Controle e da Transparência, Jorge Hage; o coordenador da Frente Parlamentar de Combate à Corrupção, deputado Paulo Rubem Santiago (PT-PE); o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Walton Alencar Rodrigues;
– o diretor-presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Marcos Vinícius Ferreira Mazoni; o vice-presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet (Assespro), Ruben Delgado;o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e representante da Federação Nacional das Empresas de Serviços Técnicos de Informática e Similares (Fenainfo) Pierre Jean Lavelle; o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), José Curcelli; a diretora do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça, Maria Rosa Guimarães Loula. Esse departamento é responsável pelo Laboratório de Combate à Lavagem de Dinheiro, órgão que testa e certifica ferramentas tecnológicas de combate aos ilícitos já destacados.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top